"FENIX"

Colectânea Literária

POESIA

 

ALBERTO LISBOA COHEN

 

 

"ÁLBUM DE RECORDAÇÕES"

(sonetos)

 

 

Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CIP)
C678c Cohen, Alberto
Álbum de Recordações / Alberto Lisboa Cohen
Porto Alegre RS: Ed. Alcance, 2009. – 112p.
1. Literatura. 2. Sonetos. I. Título
ISBN: 978-85-7592-162-3
Marinez Moral Montana – Bibliotecária CRB 101893
Editora Alcance – Rua Bororó, 5 – CEP 91.900-540- Vila Assunção-
Porto Alegre/RS

 

 

BIBLIOGRAFIA

Advogado reside em Belém do Pará, onde nasceu em 12/02/42. A partir de 2003 decidiu expor seus poemas. Participou de alguns concursos literários nacionais e internacionais sendo contemplado com as seguintes distinções:

 

 
 Livros Premiados e Editados

“Poemas Sem Dono”:
Vencedor do II Prêmio Literário Livraria Asabeça – Publicado pela Editora Scortecci - SP – 2003.
“Poemas de Amor, Desamor e Saudade”:
Selecionado e editado pela Câmara Brasileira de Jovens Escritores - CBJE – Rio de Janeiro – RJ – 2004 (esgotado).
“Daltônicos”:
Selecionado e editado pela Câmara Brasileira de Jovens Escritores - CBJE - Rio de Janeiro – RJ – 2004. (esgotado).
“Recados para Wendy”:
Selecionado e editado pela Câmara Brasileira de Jovens Escritores - CBJE - Rio de Janeiro – RJ – 2005 (esgotado).
“Caminhos de Não Chegar”:
Vencedor do Prêmio de Literatura Instituto de Artes do Pará- IAP – Editado pelo Governo do Estado - PA - 2005.
Vencedor da Láurea Cidade Poesia (Moderna) - Associação de Escritores de Bragança Paulista - ASES - SP - 2006.
“Juntando Pegadas”:
Vencedor do Prêmio Vespasiano Ramos - Academia Paraense de Letras - PA - 2006. Publicado pela Editora Paka-Tatu – Belém – PA.
“Cantigas que a Rua Canta”:
Selecionado e publicado pela Editora Alcance - Porto Alegre- RS – 2009.
“Álbum de Recordações”:
Selecionado e publicado pela Editora Alcance - Porto Alegre-RS – 2009.
“Menino das Samaúmas”:
Selecionado e publicado pela Editora Alcance – Porto Alegre -RS - 2010
“Catador de Momentos”:
Selecionado e publicado pela Editora Alcance – Porto Alegre - RS – 2011
“Sobrevivente de Mim”:
Selecionado e publicado pela Editora Alcance – Porto Alegre - RS – 2012
“Canto de um só”:
Selecionado e publicado pela Editora Paka-Tatu – Belém – PA – 2013

 

 
 Poesias, Poemas e Crônicas Premiados:

“Pacto”:
Vencedor do IV Concurso Nacional de Poesia - Casa do Poeta Brasileiro - Poebras - Salvador-BA – 2003. (Publicado).
“Formal de Partilha”:
Vencedor da Olimpíada Literária Pôr-do-Sol - Alternativo Pôr-do-Sol - Araraquara - SP- 2005.
”Rosa Vermelha”:
Troféu Prata - XVI Concurso Nacional de Poesia "Acadêmico Mário Marinho" - Academia de Letras e Artes de Paranapuã - ALAP - RJ - 2005...
“Majestic”:
2º Colocado - Concurso Nacional de Poesia “Mário Quintana” - Academia Bauruense de Letras - SP - 2007. (Publicado).
“Luz”:
4º Colocado no XIII Concurso Internacional Literário de Outono – Edições AG – SP – 2004.- (Aproximadamente 1.500 autores de 13 países. Publicado).
“Cinzento”:
4º Colocado no XIII Concurso Internacional Literário de Outono – Edições AG – SP – 2004. (Aproximadamente 1.500 autores de 13 países. Publicado).
“Formal de Partilha”:
Destaque- 7º Habitasul - Revelação Literária na Feira - Palavra de Autor (Escritores profissionais) 52ª Feira do Livro de Porto Alegre/RS - 2006. (Publicado).
“Depois, o adeus...”:
Destaque- II Concurso Benjamim Silva - Sonetos - Academia Cachoeirense de Letras - ES – 2008.
“Penitentes”:
Classificado no II Prêmio Literário Livraria Asabeça - Editora Scortecci - SP – 2003. Publicado.
“Justa Causa”:
Seletiva - Panorama Literário Brasileiro/As 100 Melhores Poesias de 2004 - Cbje - RJ - 2004. (Publicado).
“Trilhas”:
Seletiva da 17ª Edição do Concurso Literário “Poemas no Ônibus e no Trem”- Porto Alegre-RS -2008. (Selecionado entre centenas de concorrentes). (Publicado)
“Replicante”- (crônica):
Seletiva - Labirinto Literário – Rio de Janeiro – Ano 5 – Nº 22 – janeiro, fevereiro e março de 2011. (Publicado)
“Andorinhas”:
Seletiva da 20ª Edição do Concurso Literário “Poemas no Ônibus e no Trem” – Porto Alegre-RS – 2011 -(Selecionado entre mais de novecentos concorrentes. Publicado).

 

 
 Menções Honrosas:

“Poema do Amor Imprevisto”:
Menção Honrosa no XIV Concurso Nacional de Poesia “Aloysio Alfredo Silva” – Academia de Letras e Artes de Paranapuã (Alap) - RJ – 2003.
“Animal Doente”:
Menção Honrosa no X Concurso Nacional de Poesia “Menotti Del Picchia” Clube Brasileiro de Escritores e Poetas Profissionais e Amadores (Physis) – SP – 2003.
“Aventureiro Virtual”:
Menção Honrosa no 6° Concurso Nacional Poeta Nuno Álvaro Pereira - Edição “Pérgula Literária n° 6” - Editora Valença S/A - RJ - 2004.
“Indeléveis”:
Menção Honrosa no 6° Concurso Nacional Poeta Nuno Álvaro Pereira - Edição Pérgula Literária n° 6 - Editora Valença S/A - RJ - 2004.
“Paz”:
Menção Honrosa no 6º Concurso Nacional Poeta Nuno Álvaro Pereira - Edição “Pérgula Literária n° 6” - Editora Valença S/A - RJ - 2004.
“Soneto”:
Menção Honrosa no I Concurso Internacional de Poesia Clássica do Congresso da Sociedade de Cultura Latina - Seção Brasil - SP - 2005.
“Soneto do Amor Agonizante”:
Menção Honrosa na I Olimpíada Literária Pôr-do-Sol - Alternativo Pôr-do-Sol - Araraquara - SP - 2005.
“Soneto do Perdão”:
Menção Honrosa na I Olimpíada Literária Pôr-do-Sol - Alternativo Pôr-do-Sol - Araraquara - SP - 2005.
“Semeaduras”:
Menção Honrosa no 5º Concurso Guemanisse de Contos e Poesias - Teresópolis/RJ - 2007. (Publicado).

 

 
 Comendas e Diplomas:

“Mérito Cultural e Patrimônio de Belém” (Mestre Verequete) Câmara Municipal de Belém “por ter se destacado em sua atuação profissional como incentivador das artes e da cultura do patrimônio histórico da Amazônia e especialmente da Belém do Grão Pará” – 2009.
“Mérito” (Editora Alcance) “Por enriquecer a literatura do nosso Estado com a publicação do seu livro “Cantigas que a rua canta”. Porto Alegre/RS - 2009
“Mérito” (Editora Alcance) “Por enriquecer a literatura do nosso Estado com a publicação do seu livro “Álbum de Recordações”. Porto Alegre/RS - 2009.
“Mérito” (Editora Alcance) “Poe enriquecer a literatura de nosso Estado com a publicação do seu livro “Menino das Samaúmas”. Porto Alegre/RS - 2010
“Mérito” (Editora Alcance) “Por enriquecer a literatura do nosso Estado com a publicação do seu livro “Catador de Momentos”. Porto Alegre/RS – 2011
”Mérito” (Editora Alcance) “Por enriquecer a literatura do nosso Estado com a publicação do seu livro “Sobrevivente de Mim”. Porto Alegre/RS - 2012

 
 Mostras e Exposições:

Lançamento e Sessão de Autógrafos – (Sede da Editora Scortecci) do livro Vencedor do concurso daquela Editora “ Poemas Sem Dono” – 2003 – São Paulo/ SP.
VIII Feira Pan-Amazônica do Livro - Exposição do livro “Poemas Sem Dono” - 17 a 26 de setembro de 2004 - Belém-PA.
Lançamento e Sessão de Autógrafos – (Sede do Instituto de Artes do Pará-IAP - Governo do Estado) do livro Vencedor do Concurso daquela Entidade “Caminhos de Não Chegar) – 2005 - Belém do Pará.
Lançamento e Sessão de Autógrafos – (Sede da Academia Paraense de Letras) do livro “Juntando Pegadas” Vencedor do “Prêmio Vespasiano Ramos” daquela Academia – 2006 – Belém do Pará.
Lançamento e Sessão de Autógrafos – (Sede da Associação dos Escritores de Bragança Paulista) – ASES DO BRASIL - do livro “Caminhos de Não Chegar” Vencedor do Concurso Literário daquela Entidade Cultural – 2006 - Bragança Paulista/ São Paulo.
1ª Mostra de Poesia “Fragmentos d’Alma” (Grupo Ação Cultural Paidéia) - agosto de 2006 - Exposição dos poemas “Semeaduras” e “Tango” - Salão de Exposição da FUNDEC (Fundação de Desenvolvimento Cultural) - Sorocaba-SP.
XI Feira Pan-Amazônica do Livro - Exposição dos livros “Poemas Sem Dono”, “Caminhos de Não Chegar“ e “Juntando Pegadas”. - 28/09 a 07/10 de 2007 - Belém-PA.
Lançamento e Sessão de Autógrafos – (Centro Cultural Érico Veríssimo) do livro Selecionado pela Editora Alcance “Cantigas que a Rua Canta” – 04/08/2009 – Porto Alegre/RS.
55ª Feira do Livro - Exposição e Sessão de Autógrafos do livro “Cantigas que a Rua Canta” – 07-11-09 – Porto Alegre/RS.
Lançamento e Sessão de Autógrafos – (Centro Cultural Érico Veríssimo) do Livro Selecionado pela Editora Alcance “Álbum de Recordações” – 30-10-09- Porto Alegre-RS.
55ª Feira do Livro – Exposição e Sessão de Autógrafos do livro “Álbum de Recordações” – 07-11-09 - Porto Alegre/RS.
Lançamento e Sessão de Autógrafos – (Centro Cultural Érico Veríssimo) do Livro Selecionado pela Editora Alcance “Menino das Samaúmas” – -11-2010 - Porto Alegre-RS.
56ª Feira do Livro – Exposição e Sessão de Autógrafos do livro “Menino das Samaúmas” – 08-11-2010 – Porto Alegre/RS.
Lançamento e Sessão de Autógrafos – (Centro Cultural Érico Veríssimo) do livro selecionado pela Editora Alcance “Catador de Momentos” – 19-04-2011 – Porto Alegre-RS.

 

 
 Alguns sites onde tem trabalhos divulgados:

http://www.cronopios.com.br/site/default.asp
http://www.riototal.com.br/expressao-poetica/alberto_cohen.htm
http://www.veropoema.net/
http://www.joaquimevonio.com/ (Portugal)
www.riototal.com.br/coojornal/albertocohen.htm

 

 
 Livros inéditos:
“Assunto Particular” (Poesia)
“Folhas e Penas” (Crônicas)
“Canto de Um Só” (Poesia)
“Álbum de Contradições” (Poesia-Sonetos)
“Coração de Passarinho” (Poesia)

 

 
 CD´s formatados em PPS (comercializados):
 

“Álbum de Recordações”
“A Poesia de Alberto Cohen”
“Viageiro Coração”
“Semeaduras”
“Assunto Particular”
 

 

 

PREFÁCIO

No filme Alphaville, de Godard, um personagem indaga:
- Você sabe o que transforma a noite em Luz?
- A poesia!
Sim, a poesia transforma a noite, física ou espiritual, em luz, em ritmo, em diálogo consigo mesmo e com os outros e depois parte para sempre, para ganhar a humanidade. Está em todas as coisas, da mônada ao Universo. Está em movimento, como o amor ou a terra, ou inerte como a rocha ou como os espíritos que não possuem o encanto de a ter em si ou compreendê-la. Poesia é vida, é transformação. Mas para transformá-la em palavra dita ou escrita é preciso ser poeta.
Alberto Cohen é poeta. Seus poemas são resultados desta observação (vivência), exterior e interior dos poucos que carregam as experiências humanas com o lirismo e a dramaticidade de quem percebe que nasceu com a benção e a dor serena de escolhido como porta voz dos sons não ouvidos, das cores não vistas, dos movimentos não percebidos.
Qual o universo de Cohen? O da “saudade e solidão” com que termina o poema “A farra” ou de “uma estrada mágica e repleta/de flores que plantavas nos cabelos,/ fazendo-te de fada para os zelos/ das minhas mãos de fauno e de poeta”?
A resposta encontraremos lendo este “Álbum de Recordações”, pleno da vida caleidoscópica do autor. Sim, caleidoscópica, porque é ela que, como no filme de Godard, transforma a noite em Luz, nos ajuda a viver no encontro e na procura, pois, como diz Octavio Paz, “na poesia podemos ler o universo, podemos viver o poema.”
Como o laboratório poético de Cohen é múltiplo, nele lemos o universo e vivemos os poemas – principalmente os sonetos, que agora nos são apresentados, e descobrimos o magnífico prazer de percorrer sua criação, nos envolvermos com “Juntando pegadas” (título enigmático), “Caminhos de não chegar”, “Poemas sem dono”, “Cantigas que a rua canta”, etc., etc. todas essenciais para nos dar pistas de sua diversidade e unidade da obra. Uma obra que Alberto Cohen reparte generosamente com seus leitores, como nos revela no poema “Difícil”: “Alcançado o poema,/difícil é arrumá-lo./Ele vem em postas,/esfatiado/frases inacabadas./Arrumado o poema,/difícil retê-lo./Um instante tem dono,/depois é rebelde/ou de maioridade.”
Fechou-se o ciclo. O poeta subiu ao monte, abriu as mãos e soltou sua poesia como quem solta um pássaro que parte para longe, deixando em nós a solidão de seu encanto, de sua música. E a ternura de sussurrar: “Ficaste em mim e fui contigo embora,/Deus, mais que nós, julgou chegada a hora/de preservar o amor, mesmo distantes.

Braz Chediak
Cineasta, Teatrólogo e Escritor
Três Corações – Minas Gerais
 

 

 

 

 

 

Livro de Visitas