"FÉNIX"

Colectânea Literária

POESIA

 
   

 

 

 

TANUSSI CARDOSO

   
   

SOBRE TANUSSI CARDOSO

por

 Waldir Ribeiro do Val

Poeta carioca conhecido no Brasil e no exterior, Tanussi Cardoso, hoje aposentado do serviço público, dedica-se inteiramente à literatura, e principalmente à poesia. É atualmente um dos nomes mais prestigiados entre os poetas do Rio de Janeiro deste início de século.
Exerce também a crítica, escreve contos e é letrista da MPB. A seu primeiro livro, de 1979, denominou Desintegração, e a partir daí publicou mais cinco livros, que despertaram a atenção da crítica.
Tanussi Cardoso tem recebido inúmeros prêmios pela sua poesia, em concursos no Brasil e no exterior.
A cada novo livro publicado – Boca maldita, 1982, Beco com saídas, 1991, Viagem em torno de, 2000, A medida do deserto e outros poemas revisitados, 2003, Exercício do olhar, 2006 -, vem crescendo o prestígio de Tanussi Cardoso como poeta de seu tempo, que lida com temas atuais e apresenta uma poética sua, “da melhor qualidade, densa, criativa”, como notou o poeta, crítico e professor

Waldir Ribeiro do Val
 

 
   

50 POEMAS

ESCOLHIDOS PELO AUTOR

   
   

In memoriam

A meu pai, José Barreto Cardoso
Para sempre, Marcio Carvalho


Alberto Harrigan
Antonio Carlos Lucena (Touchê)
Carlos Mendonça
Celso Moreira da Silva
Edgar Cajazeira
João Carneiro
José Afrânio Moreira Duarte
Newman Sucupira
Sebastião Viveiros Pinheiro Neto (Tião)
Wladmir Apparicio Vieira (Wlad)


Agradecimentos mais do que especiais:
Carmen Moreno
Delayne Brasil
Renato Quemmel


À Mayara Rama Rama
À Rainha do Romão

 
 
SUMÁRIO
   

( clique no nº da página)


TEIAS. SINAIS

PÁG 2

 

PÁG 3

Teias   Sociologia
Limites   Flecha
Sinal   O tênue fio do tempo
Como se não fosse adeus   Das configurações
Da paz das borboletas   Oráculo



TECIDOS. VOZES

 

PÁG 4

 

PÁG 5

Gestos   Certas respostas
Arquitetura   O rio dentro de mim
Gênesis   Cântico para Guimarães Rosa
Da poesia   Chorando sobre um poema (lendo “Sob a espada”)
Exercício do olhar.    



DAS COISAS

 

PÁG 6

 

PÁG 7

Substantivos   Os olhos nos desvãos
Um outro olhar   Balada de morrer
Última sessão de cinema.   Fiat lux
Fotografia   Sobre o nome das coisas
Criação    




DO OFÍCIO DIÁRIO
 

PÁG 8

 

PÁG 9

Cidades   O dia em que Nina Simone parou de cantar
Urbe   “Round midnight”
Botafogo, noite   Diário
A casa   Olhos
Chão de estrelas    




DO AMOR
 

PÁG 10

 

PÁG 11

Do aprendizado do ar   Das dores de amor
Linguagem   O amor e seus bichos
Cilada   Rotas
Fado    


DAS MORTES
 

PÁG 12

 

PÁG 13

Ora pro nobis   Elos
A hora absoluta   O morto
Cálice   As mortes
     


 

O AUTOR

PÁG 14

 

PÁG 15

O AUTOR   ALGUMAS OPINIÕES
OBRA POÉTICA    
 

 
Livro de Visitas