FÉNIX

 

LOGOS Nº 13

MARÇO 2015

 

 

 
 

Gabriele Loureiro Bruschi

 

MINHA ALMA
Gabriele Loureiro Bruschi


Minha alma é incerta,
cheia de dúvidas.
Nunca está certa
daquilo que quer;
sempre está brigando consigo,
quer mais e mais.
É uma adolescente insatisfeita
com o que tem
e com o que vê.
Minha alma é assim!

Gabriele Loureiro Bruschi
Porto Alegre - RS - Brasil

 

 
 

Geraldo de Azevedo

 

ALMA DESLUMBRADA
Geraldo de Azevedo


Quando as sombras o céu invade
Perco o sentido da vida e do tempo
Num jardim maravilhoso e radiante
Com um céu azul resplandecente.
E com energias que se renovam
Que me faças feliz para sempre
O que encontrei em ti tudo amei.
Me dizem que a saudade não existe
Mas de saudade por ti morro eu
O sol a se espalhar pelos campos
Me dando esta enorme alegria
Que entra na minha alma e resplandece
Quando estou me recordando de você.
Eu quero viver com você para sempre
Te fazendo minha eterna musa
Para mim as noites serão eternas
Deixando minha alma deslumbrada.

Geraldo de Azevedo
Rio de Janeiro - Brasil
http://www.sonhodigitalbr.com
http://www.nostalgiabr.com
http://www.cacosdeletras.blogspot.com

 

 
 

Gerci Oliveira Godoy

 

APARADOR DE SONHOS
Gerci Oliveira Godoy


Olho estas mãos cujas penas
voejam ainda nos ventos
andarilhas
qual teimosas andorinhas
a segurar a pressa de outras margens
onde aves implumes procuram o calor
de um horizonte ameno
onde o sonho impera
mesmo que venha a tempestade
pois haverá um guarda chuva de palavras
aparando historias
e tudo recomeçará

Gerci Oliveira Godoy
Porto Alegre- RS

 

 
 

Gilberto Lima

 

MORNA AMOR AZUL DO MAR
Gilberto Lima


Encostei no seu peito
Ronquei, dormi aos soluços
De aurora gelada acordei
Entre abraços e beijos
Adormeci sem percebi
Acabei revoluteando na cama
De novo, o vento raivoso veio
Enquanto o ar cantava e assobiava no entelhar
Melodias dos aires a caminho do mar
Oceano azul e mar da minha terra
Contando histórias cabo-verdianas
Enquanto a radio toava a morna,
A minha morna de um dia
Surgiu-me uma tenaz vontade de escrever
E descrever a noite passada
Debaixo do lençol azul como o azul do mar
Vida de peixe na água que não repousava
Que beijava e adormecia no peito
Que acordava e voltava a beijar a mulata cabo-verdiana
Adormeci no seu peito

Gilberto Lima Siacsa
Cidade da Praia - Cabo Verde

 

 
 

Gislaine Canales

 

GLOSANDO BELMIRO BRAGA
TUDO E NADA
Gislaine Canales

MOTE:
Fiz na vida o meu escudo
desta verdade sagrada:
- O nada com Deus é tudo
e tudo sem Deus é nada!



GLOSA:

Fiz na vida o meu escudo
para, então, me proteger
e fiz um profundo estudo
entre o “ser e entre o não ser”!

O segredo prazenteiro
desta verdade sagrada,
só descobre, quem primeiro
vive a fé, em sua estrada!

O divino conteúdo
nos mostra com emoção:
- o nada com Deus é tudo
sem Deus, o tudo é ilusão!

Norteio, assim, meu caminho,
a minha nova alvorada,
pois com Deus, tudo é carinho,
e tudo sem Deus é nada!

Gislaine Canales
Porto Alegre -RS - Brasil

 

 

 

Livro de Visitas