FÉNIX

 

LOGOS Nº 14

MAIO 2015

 

 

 
 

Thais Barrouin Mello

 

DEPOIS DO EXPEDIENTE
Thais Barrouin Mello

 

A cidade é sem regras depois do expediente.
Permissiva e cerrada,
exibe às portas
o lixo do dia,
depois depois do expediente.

Agora a cidade é sem ofertas,
e é nessa hora que ela mesma,
triunfante, se oferta.

É depois do expediente
que a cidade, então,
abriga os mendigos seus,
recebe os suspiros
semi-embriagados,
dos bancários,
que empurram suas vidas
empunhando cervejas - é a glória!

A cidade mostra seus perfis,
e assiste a debandada do povo
que a pisa sem culpa,
não por ser bela demais,
mas por ter crescido demais,
justamente por ser amada demais,
cobiçada demais,
antes e depois do expediente.

Eu a olho de relance,
na subida do viaduto
que me retira dela,
e a coloca a meus pés.

Respeito seu cansaço,
num fatigante´- até amanhã,
outra vez.

E fica a cidade entregue,
às meretrizes e aos boêmios,
ao submundo do crime,
aos shows contaminados
de falso brilho e majestade,
mas amparada pela imagem
do Cristo Redentor,
que intenciona abençoá-la.

 

Thais Barrouin Mello
Rio de Janeiro - Brasil

 

 

 
 

Valentina Kroeff Sperb

 

ACONTECIMENTOS DA VIDA
Valentina Kroeff Sperb

 

Já foi,
sofri,
mas passou.
Irei sofrer,
e passará.
Não foi a primeira,
muito menos a última.
É o amor,
é assim mesmo,
só acontece.
Fica
e vai embora,
assim, num piscar de olhos

 

Valentina Kroeff Sperb
Porto Alegre - RS - Brasil

 

 

 
 

Vanderli Granatto

 

CONCEDA
Vanderli Granatto

 

Quero apresentar-me a ti amor
Esquecer da vida os desenganos
Por fim ao temor do desamor
Tornar realidade o que sonho.

Porque desponta em minh’alma
Algo que parece vir das alturas
Sobrepondo às amarguras
Que me tiram do viver, a calma.

Nem todo silêncio é sinal de tudo certo.
Nem toda fala é sinal de alerta.
Acertes teus sentimentos comigo
Concedas a luz do teu abrigo.

Abriga-me neste tempo presente
Nesta história que dura tão pouco!
Não permaneças indiferente.
A hora se vai neste mundo louco.

O amanhã virá com sorrisos
Cantarei o hino sonhado
Viverei no celeste paraíso
Unindo ao seu, meu coração enamorado.

 

Vanderli Granatto
Botucatu - SP - Brasil

 

 

 
 

Vera Aguiar

 

EXPLOSION
Vera Aguiar

 

Hoje sou atómica!
Sinto-me, mais destrutiva,
que a assassina de Hiroshima.
Cada átomo dimim,
não encontra seu espaço.
lutam entrisi,
pela maior radioatividade.
Não posso ser tocada,
sei que exalo negativismo.
Hoje sou mais peçonhenta,
que a serpente,
Deixo o veneno fluir pelos poros!
Sinto-me, mais má que a Medusa,
se olhar para alguém sei que se dissipa.
Sou mais cega que a própria,
está na minha essência a escuridão.
Apoderam-se de meus instante.
Em um pulsar absoluto,
passa por mim o trem da agonía
deixa em meu paladar o gosto do negro!
Minha saliva fora da boca,
autentica lápide de sepulcro.
Este momento não é momento
é eternidade!
Esta alma nesse momento não é a minha,
está sob reflexos de uma mente depressiva,
ao sabor do mundo cão.

 

Vera Aguiar
São Paulo - Brasil

 

 

 
 

Vera Maria Sangiorgi

 

SEM ATAR!
Vera Maria Sangiorgi

 

Desatado sigo,
tentando entender,
erros meus,
findando todos,
no colo teu.

Canso,
sem relaxar,
prossigo,
itinerante cidadão,
sem mim,
olhos dispostos no amparo deixado,
no marfim do colo teu

Volto,
para o todo desabitado,
sem me sentir,
olhos a postos,
no singular
do colo teu.

 

Vera Maria Sangiorgi
São Paulo - Brasil

 

 

 

 

Livro de Visitas

 

 
Clique aqui para ver todos os detalhes e estatisticas do site