FÉNIX

 

LOGOS Nº 19

MARÇO - 2016

 

 

 

Sonia Nogueira

 

PÂNICO DAS SEIS
Por Sonia Nogueira


Seis horas, avenida movimentada, carros em todas as direções, de todos os modelos. Corações palpitando, olhares atentos a cada freada nos sinais vermelhos, em cada quadra. Vidros escancarados, temperatura de arrebentar os poros suados... Ar condicionado? Imagina! Nesta época, um Fiat 147, com quinze aniversários, sem riscos, mas 15 anos!
O braço encostou-se ao corpo da motorista, roçando com força.
– “Me dar dinheiro se não corto a cara”. O coração disparou no ritmo de FÓRMULA UM. O sangue não sabia que rumo tomar, procurando veias, artérias, tudo quanto é canal. As pernas bambearam, tremiam como nordestinos quando chega ao sul com uma temperatura de seis graus, acostumados no Nordeste com 34 graus centígrados.
Respira fundo para acalmar, se vale de Nossa senhora da Conceição, ela nunca abandona quem lhe pede proteção. O pensamento obedeceu à mensagem. A voz enfim saiu: Dinheiro colegas, o moço quer dinheiro. Eram quatro pessoas.
-“Quero todas bolsa, rápido, num cunversa e num olha pru sinal”
- As bolsas colegas, o moço quer todas as bolsas, sem conversas Vamos. Rápido. Olhando de soslaio, percebi dois meliantes do lado esquerdo, transmitindo segurança ao comparsa com olhar ameaçador, aos moldes das garras do leão ao atacar sua presa.
Olhares voltavam-se angustiados, comovidos, porém impossibilitados de uma reação. È minha vida ou a delas. É o dilema da impotência diante da arma do desconhecido.
E o sinal? Abre sinal... Abre sinal... Abre-se o sinal, acelero rápido... Se vier uma bala e matar alguém? Furar um pneu? Nossa Senhora vai ajudar? Num instinto de Sobrevivência, o pé acelerou e saiu numa velocidade! O corpo se encolheu todo esperando a bala...
-A voz gritou alto: ainda te pegooooooooo!

Sonia Nogueira
Fortaleza - Ceará - Brasil
http://www.sonianogueira.prosaeverso.net/
http://sogueira-pedacosdemim.blogspot.com.br/  

 

 

Sonia Pallone

 

DESPEDIDA DO DIA
Sonia Pallone


"...Aos poucos, todos os cenários se fecham...Paisagens desmaiam seus últimos tons alaranjados e o sol morre num suspiro de acordar a lua... Pequenas e breves ventanias abraçam as horas que se esvaem desertas...A noite toma silenciosamente o seu lugar e os sonhos dentro dela acontecem..."

Sonia Pallone
Atibaia - SP - Brasil

https://www.facebook.com/encantodaspalavras/
https://www.facebook.com/pedacinhoscoloridos/
https://www.facebook.com/MusicaNaoTemEpoca/  

 

 

 

Livro de Visitas

 

 

Clique aqui para ver todos os detalhes e estatisticas do site