FÉNIX

 

 

LOGOS Nº 21

JULHO - 2016

 

 

 

Clara Lúcia Leite de Araújo

 

 

DEVANEIOS
Clara Lúcia Leite de Araújo 


Vou pendurar nas nuvens
Mil varais e as lágrimas
Dos tristes por a secar.

Vou aproveitar o vento
Que vem do mar e
As dores dos pobres afastar.

Vou amarrar um feixe
De luz do sol e a mente
Dos maus clarear.

Vou encher minhas mãos
De neve das manhãs do sul e
Decorar o riso das avós.

Vou sentar-me à beira
De um córrego e me
Deleitar com a vida.

Vou sonhar, voar,
Leve e solta ao vento,
Com um mundo cheio de paz.

Clara Lúcia Leite de Araújo
Timóteo - MG- Brasil

 
 

 

Cláudio Dortas Araújo

 

 

CALAR PROFUNDO!...
Cláudio Dortas Araújo 


E calou profundo a dor!
Quando tantas coisas inda estavam na garganta
Para serem ditas, os sonhos nublaram por instantes a razão,
Os Cuidados com um outrem não podem agora serem exercitados.
O amor, o querer, deram lugar a essa profunda saudade,
Que queima toda a ansiedade no “sentir falta”
Duma palavra, o sorriso, a voz que tanto
Disse de “segurança e bem estar... agora calou!
E ficarão as lembranças, os modos, “um jeito próprio”
as atitudes, a experiência norteará quem ficou...
o amor inda durará e em cada seio que amou será luz!

Cláudio Dortas Araújo
Estância - Sergipe - Brasil


O Poeta Cláudio Dortas Araújo é natural da Cidade de Itabuna, do Estado da Bahia, reside na Cidade de Estância, do Estado de Sergipe, O Berço da Cultura de Sergipe, desde 03 (três) meses de Vida, onde nasceu o 1.º Jornal O Recopilador Sergipano. É Autor dos Livros de Poesias: Horizontes de Liberdade e Fé(1999) - Estrada de Infinito e de Paz(2001) - Alumbramentos D´Alma(2010) - Encontro Sertanejo de Escritores(2016) – 3.º Encontro Canindeense de Escriitores e Convidados(2016) - Antologia Nacional Talento Poético(2015) - I Antologia dos Escritores Aracajuanos e Convidados(2015) - I Antologia Poética de Sergipe Poetizando A Vida(2015) - Antologia Nacional "Poesias Encantadas", Vol. I(2010), Vol, IV(2012), Vol. VII(2014) - Antologia Internacional Asas da Liberdade, "Desde o Brasil até o Chile em Verso e Prosa(2013) - Sociedade Artistas do Brasil(2015) – GRUPO Poemas do Brasil (2015) - Grupo Café Poético & Sarau(2015) - Colaborador da Imprensa Escrita do Estado de Sergipe e Além Fronteiras(1982/2016) - Sócio e Fundador do Clube dos Poetas Estanciano, Entidade de Utilidade Públicas Municipal e Estadual, Leis: 819/1991 e 8.092/2016, Fundado em: 24 de Fevereiro

 
 

 

Claudio Roberto Livonius Feijó

 

 

O VALOR DA AMIZADE
Claudio Roberto Livonius Feijó 


Tenho tantas histórias para contar-te;
pena que o tempo não irá deixar.
Amigo, caminhamos com nossas pernas
andando pelo mundo;
conhecendo o melhor de si
e as suas belezas.
Nossos laços são grandes.
Tantos já os tentaram desfazer
e ninguém conseguiu.
Temos uma longa jornada.
Tenho tantas histórias para te contar;
pena que o tempo não irá deixar.
Quando me for,
só sorria quando eu estiver indo.
Sempre estarei olhando por ti.

Claudio Roberto Livonius Feijó
Porto Alegre - RS - Brasil

 
 

 

Clevane Pessoa

 

 

VER DOR
Clevane Pessoa 


minha mão verde
verdolenta
verdolenga
verdetensa
verdoreira
verdespera
esperança
lança
sementeira
de raízes futuras
do que eclodirá.
A messe mostrará
o resultante do amor
pela floresta primeva
pelo templo aberto primitivo
da deusa tríplice
dos deuses
temperamentais
das dríades e hamadríades
a zelar pelos troncos crescentes.
Minha mão antes verdíssima,
desbota ao sol implacável
da modernidade.
ressecada com sulcos
quais o da velhíssima Terra,
sangra, mas quem quer ver dor?
Passo pomadas ao compasso
dos trinares de pássaros citadinos.
Espero, reinventando a esperança
de ver / ter...

(In No colo de gaia)

Clevane Pessoa de Araújo Lopes
Belo Horizonte - Brasil


Faço divulgação literária e de artes em http://clevaneplopes.net/blog.php
Membro da REBRA_Rede Brasileira de Escritoras. Representante do Movimento Cultural aBrace-Brasil;Uruguai. Vice Presidente do Instituto de Imersão Latina-IMEL.
Embaixadora Universal da Paz -Cercle de Ambassadeurs Univ.de la Paix-Genebra, Suiça,
Consultora de Cultura da Associação Mineira de Imprensa-AMI.
Membro da Rede Catitu de Cultura; do virArte, da ONE, da SPVA/RN, da CAPORI, da APPERJ,e do PEN Clube de Itapira. Colaboradora da ONG Alô Vida. .
Membro Honorário de Mulheres Emergentes. Divulgadora e Pesquisadora do MUNAP_Museu Nacional da Poesia. Dama da Sereníssima Ordem da Lyra de Bronze
Acadêmica da AFEMIL-Academia Feminina de Letras; da ALB/Mariana; Acadêmica Correspondente da ADL, ANELCARTES, ATRN, AIL, ALTO, da Academia Pre-andina de Artes, Cultura Y Heráldica; Academia Menotti del Picchia

 
 

 

Conceição Tomé -São Tomé

 

 

CAVALEIRO ANDANTE
Conceição Tomé (São Tomé) 


Por ti, derrubei as altas muralhas do meu orgulho,
Para que cruzasses livremente o meu caminho…

Para ti, abri as portas do meu coração
E ofereci-te a taça com o néctar do meu amor…

Mas tu, qual cavaleiro andante,
Não te detiveste nem só um pouquinho;

Talvez com medo de adormeceres no meu regaço
Ou te perderes para sempre, nos labirintos do meu carinho!

Conceição Tomé (São Tomé)
Amora - Portugal

 
 

 

 

Livro de Visitas

 

 

Clique aqui para ver todos os detalhes e estatisticas do site