FÉNIX

 

 

LOGOS Nº 21

JULHO - 2016

 

 

 

Virgínia Fulber

 

 

VEDES MAGNA SUPERFÍCIE LÁCTEA
Virgínia Fulber 


Vedes Magna superfície láctea
como as nuvens
em paz o pensamento
visões outonais
em meia estação
desperta
em pétalas
como as da bela Magnólia
o inverno
e,
espera calmamente,
jardineira em flor a primavera e...
verão!

Virgínia Fulber - virgínia vicamf
Novo Hamburgo - RS - Brasil

 
 

 

Vivaldo Terres

 

 

FOI UMA NOITE BELA E FASCINANTE
Vivaldo Terres 


Foi uma noite bela e deslumbrante.
Tu estavas feliz,
Oh! Minha amada...
O amor exercia o seu poder,
Tu estavas tão linda e feiticeira!
Pois me proporcionastes amor a noite inteira...
Depois dessa noite poderia morrer.

Ah! Como és bela e atraente,
Tu me excitas docilmente.
Com esse poder que possuis embriagador,
Tua vida tem que ser a minha vida...
Já que temos a mesma definida...
Pela força imortal,
Do nosso amor.

Hoje me encontro feliz e saciado!
Pois na nossa noite...
Não faltou carinho nem agrado.
Mostrando que o amor,
Existe entre nos dois...

Quero viver este amor à vida inteira.
Até porque não existe outra maneira,
De não unirmos para sempre...
Os nossos corações.

Vivaldo Terres
Itajaí - Brasil

 
 

 

Viviane Schiller Balau

 

 

AMAR SEM LEI
Viviane Schiller Balau 


Quero poder te amar sem lei;
Sem amarras e ver todo esse amor
Enlouquecer você de paixão e...
Sentir que esse meu amor enche-te de
Loucuras de sentir que; seus braços.
Acaricie meu peito sedento de amor...
E querendo te deixar sem rumo algum
Para navegamos por uma rota sem volta
De nos amarmos por um minuto apenas
De dizer que o que nos prende a esse...
Amor de te amar sem lei e sem interesse qualquer,
De te falar o que sinto realmente por você e,
Esse seu jeito desinteressado de ser que me envolve
De muito paixâozinha meu amado.

Viviane Schiller Balau
Porto Alegre - RS - Brasil

 
 

 

Walter de Arruda

 

 

QUEM ESQUECE O CÉU?
(Com participação no tema da Poetisa Carmem Teresa Elias
- poesiasdecarmemteresa.blogspot.com/ )
Walter de Arruda 


Já que a saudade
Comigo não se importa,
Vou contar às estrelas
Que novamente ele não veio...
Só a distância das estrelas
Entende, o que a ausência dele causa em mim...
Inúmeros são esses mistérios a viver...
O sentir deslinda, é a "Ousadia"!
O segredo nas mãos d'Alma
É maior que o céu,
Só é sentido...
Saudade a gritar ?
Porque sentir Saudades?
E, não correr e, tomar nos braços
Se é o verbo que ainda comanda o coração...

TE OFEREÇO POESIA
Walter de Arruda 


Se te ofereço
A minha palavra em Poesia
E me arrebatas
Em forma e corpo inteiro
Leva-me... Oh! Tu!
Aos píncaros dos prazeres
Que consegues
Encantar!
Aos nossos seres
E, sentirás
Como é possível tanto Amar...

 

Walter de Arruda
Camaragibe - PE - Brasil
http://www.recantodasletras.com.br/autores/walter8421


Até os 23 anos me preparei para escrever,lendo muito e sentindo tudo em meu Eu interior.
Durante um tempo longo após começar a escrever me dediquei a textos simples sob o título de: ALGUNS TRAÇOS APENAS...
Sentindo necessidade de inteirar-me dentro da Literatura fui ser discípulo do sábio chines Lao Tsé e, também absorvi conhecimentos da vida do professor, escritor e crítico Alvaro Lins e, em seu livro Literatura e vida literária, de 1963.
Até 2008 calculo haver escrito uns 5.000 textos inéditos.
No mês de dezembro de 2.008 escrevi 120 sonetos de Amor também inéditos e que estão sob a guarda de minha sobrinha Ana Maria junto aos restantes 5.000 toda essa obra dedicada à ela por seu amor à Poesia.
Até a presente data não senti anseios por escrever livros embora tenha eu escrito contos e iniciado romances.
Em 2009 comecei a fazer parte do site Recanto das Letras onde publico regularmente algumas poesia e outros textos..
Brasil - Associação Internacional de Poetas

 

 

Wanderlúcia Welerson Sott Meyer

 

 

REVOLUÇÃO INTERNA
Wanderlúcia Welerson Sott Meyer 


Inverno...
O frio desperta lembranças...
Há muito parece não sentir
Nem as palavras que antes fluíam
Nem os anseios que incomodavam...
Nada...
Estranho quando o silêncio
Insiste em permanecer como alternativa
Sensação de sufoco interno
Expressão sem vida
Elaboração morosa de destino incerto
Aspirações quase ínfimas
Esperam o passar das horas
Dias a fio de uma mesma história
Aspirações paralisadas
Aguardam estímulos externos
Equívoco que se comete
Quando não se percebe
O que impulsiona, dirige e estimula...
É a força interna que adormece em ti.

Wanderlúcia Welerson Sott Meyer
Juiz de Fora - MG - Brasil
http://wanderluciawelerson.blogspot.com.br/

 
 

 

 

Livro de Visitas

 

 

Clique aqui para ver todos os detalhes e estatisticas do site