FÉNIX

LOGOS Nº 25

MAIO - 2017

 

 

Rosa Leme

 
 

EU VEJO O FRUTO EM VOCÊ
Rosa Leme

Eu vejo o fruto do espírito,
Em você.

Vejo em você, a pureza e a força,
misturados com a fidelidade e fé.

Vejo em suas palavras, frutos bons e doces,
de amor e mansidão.

Vejo em você a riqueza das palavras temperadas,
nas quantidades certas de sabedorias.

Vejo em você a paciência e a perseverança de ir.
De ir preparar a terra, lavrar, semear, irrigar,
limpar as ervas daninha, esperar e cultivar.

Vejo a paciência de esperar...
Para poder colher o fruto maduro,
saboroso e doce que plantou.

É olhando para você que descubro
esse fruto que há em você.

Eu descubro, o quanto amo você.
Aprendo tanto com suas palavras, suaves
com sabor de mel.

Admiro estes lindos olhos azuis
da cor do céu.
Belos sãos os seus cabelos castanhos!

Cabelos cheios de pratas, com este brilho natural.
Pintados pelo o tempo com o brilho de neve.

Que saudades do seu colo macio!
Quando eu chorava...

Com os seus passos, largos e rápidos,
Você me alcançava.
As suas mãos calorosas e leves,
eu firme segurava.

Que saudade minha heroína!
Dos braços fortes que me envolvia no peito.

Lembro dos tempos de tristeza e dores,
Que me aconchegava nos seus braços suaves.
O seu amor abundante transbordava.

Eu dormia porque em você eu confiava.
Este amor está plantado dentro de mim.
Foi aliança antes de nascer,
este amor veio de você.

Um amor que foi plantado num solo bom,
e bem irrigado com Jesus e orações.
Adubado com amor, aceitação e perdão.

E por isso, este fruto, este amor cresce tanto,
a cada dia aumenta, o carinho, o amor e a aliança;
Nos oferecendo e se doando, Os frutos bons plantados
Em nossos corações.

Feliz dia das mães!

(Dedico em memória á minha mãe, Dona Ana)

Rosa Leme
Curitiba - Brasil


Rosa Leme nasceu em Conselheiro Mairinck, Paraná. Descendente de migrantes mineiros. Graduada bacharel em Teologia, é professora de educação infantil, faz parte do ministério da Igreja do Evangelho Quadrangular atuando como pastora aspirante, auxiliar tempo integral. Em 2005 deu sua arrancada poética, fazendo mensagens poéticas para a igreja, de onde resultou o livro 'Deus é Fiel!' lançado em 2005. Destas poesias, para novas poesias foi rápida a passagem. De onde selecionou as poesias que compõe o livro 'Decolando nas Asas do Vento' lançado em 2007. O livro ‘Uma Rosa Para Você’ lançado em março de 2012.O livro Rosa de Sarom lançado em julho de 2014. Seus livros foram lançados com o incentivo de amigos e da sua família. Em 2009, Rosa foi contemplada com o seu conto: O Maestro Noturno; em um evento realizado pela a Fundação Cultural de Curitiba com analise e criação literária.Rosa é associada dos Poetas Del Mundo. Participa também de oficinas de literatura da Fundação cultural de Curitiba, e em sites de relacionamento na internet. Participa De sarau, ação cultural itinerante onde a arte popular curitibana encontra espaço em Bairros da cidade. Participa do projeto no teatro Tuc É Integrante do grupo feminista as Marianas.Vem presenteando amigos e familiares com o seu novo livro com o titulo: A vida é apenas uma viagem....

 
 

 

Rosa Resende

 
 

CORPOS EMBRIAGADOS
Rosa Resende

Sinto um arrepio
O teu respirar
O teu desejo de amante
A doçura dos teus beijos
Do teu afago
Teu corpo
Traz-me sensações de prazer
Arrebatas-me a alma
Com emoção
Sinto tua pele
Teu perfume envolto de amor
Nossos corpos
Ficam embriagados de paixão
Envolves-me
No fascínio do momento
Sinto os teus gemidos
Excitando os meus sentidos

Rosa Resende
Póvoa de Varzim - Portugal

 
 

 

Rosalia Dinelli

 
 

VIÇO ALEXANDRINO
Rosalia Dinelli

Nas asas do condor atravessei fronteiras
Caminhos siderais nosvôos desarmados.
Pousada original nas plagas condoreiras -
Berçário sedutor dos versos decantados.

E o soneto se expande em linha sublimável,
muito além da palavra em liriais moldagens.
Em cada inspiração o traço memorável -
relicário sutil no templo das miragens.

Miatério colossal nos versos altaneiros.
Ah, mundo criador das sensações poéticas.
A rima no painel dos ciclos pioneiros -

estados perenais na ordenação das métricas!
no viço alexandrino a siva elaborada
nos cimos da emoção a messe consagrada!

Rosalia Dinelli
Recife - Brasil

 
 

 

Rosalinda Mildner

 
 

O MISTÉRIO DO CHEQUE PERDIDO
Por Rosalinda Mildner


Meus filhos tinham a mania de pôr tudo em baixo do colchão. Desde gibi a revista da playboy. Coisas de adolescente, parecia um esconderijo de coisas proibidas.
Era época do natal e minha minha mãe costumava presentear os netos com roupas e dinheiro (em forma de cheque), com isso os meninos faziam mil planos e começavam a sonhar com o cheque cruzado. Logo depois do natal um dos meus filhos veio até a mim desesperado gritando Mãe! Mãe! meu cheque sumiu! Eu disse: O que ? O que sumiu? Meu cheque, mãe, o que a avó me deu no natal...Eu perguntei você já procurou direito , como você perdeu uma coisa que era valiosa para você, Ah não sei mãe..Eu disse tá bom filho, vamos procurar então juntos subimos até seu quarto e começei a procurar o legado perdido, causando uma tremenda confusão vasculhei tudo armarios, gavetas , na caixa de brinquedos , olhei em baixo do colchão lá encontrei de tudo (segredos de meninos) papel de bala, figurinhas etc mas nada do tal do cheque, cheguei até pensar na pessoa que fazia limpeza será que ela roubou? Não , não é justo acusar ninguem depois de toda confusão pus todo pessoal da casa para procurar parecia uma investigação olharam por todos os lugares mas nada do tal cheque, nessa altura meu filho estava resmungando e quase chorando, pois pensava que com o sumiço do cheque seus planos e sonhos viriam de água abaixo.
Eu falei calma filho vou encontar uma solução de pronto liguei para minha mãe e contei o fato então ela falou que iria ao banco sustar o cheque e que daria em dinheiro para ele, tudo certo e a paz voltaria a reinar.
Passado alguns, dias meu filho veio até a mim com um gibi na mão gritando Mãe! Mãe encontrei o cheque dentro do gibi! Bom agora já perdeu a validade. O jeito é rasgar e vê se toma cuidado com as coisas que são valiosas para você. Este episodio me fez pensar que o cheque para ele era um passaporte para seus sonhos, em sua inocência ele sentia o quanto deixaria de realizar planos e sonhos, com a perda do cheque.
Ás vezes nossos sonhos são interrompidos por alguma razão, deixamos de realizar nossos planos ou até perdemos mas isso não quer dizer que não vamos realizalos as vezes eles são adiados ou perdidos tudo tem seu devido tempo ,não importa o tempo que levará, não podemos desisitir , pois sempre exisitirá uma saída, as vezes longa as vezes curta temos que continuar em busca dos nossos sonhos.
Sonhar é uma forma sensível de obter algo que tanto desejamos. E assim devemos seguir adiante com nossos sonhos pois só o tempo trará as respostas que tanto desejamos.

Rosalinda Pessoa Mildner - Brasil
em Altenberg - Alemanha


Brasileira, advogada e aspirante a poeta,Capixaba de coração, nascida em Recife chamada de Veneza brasileira, desde então vivo entre oceanos, residência na Alemanha. Escrevo o que vem da minha alma.

 
 

 

Rosimeire Leal da Motta Piredda

 
 

LABIRINTO
Rosimeire Leal da Motta Piredda

Tudo estava indo tão bem!
De repente, uma indisposição encaminhou-me para o hospital.
Deste dia em diante segui a trilha das desilusões.
A moléstia encurralou-me para o labirinto das enfermidades.
Beco sem saída da esperança.
Perdi-me nas contradições médicas!
Diziam: talvez!
Todos os corredores levavam ao mesmo lugar,
porém, quartos diferente.
Após algumas voltas, sempre me conduziam a decepção.
Em minhas recordações há somente o passado.
O que houve com o presente? Haverá futuro?
Tantos diagnósticos incertos!
Quantas possibilidades descartadas!
Não aceito o laudo como definitivo.
Sou prisioneira dos desenganos.
Carcereiro insensível é a dor.
Ficar enferma é percorrer um conjunto de percursos intrincados,
criados com a intenção de desorientar, não acalmar.
Por quanto tempo ficarei internada?
Dizem que na saída há uma porta com um sol de braços abertos.
Devo ser otimista!
A trajetória de aprendizagem é mais importante do que a cura.
Conheci a paciência.
Por quê certas situações acontecem com a gente?
A fragrância de medicamentos não é poético!
A poesia está na tristeza, no olhar lacrimejante!
O anjo é aquele que trará a notícia:
¨_ Você está liberada para ir para casa!¨
Os dias passam e nada mudou.
Minha existência é um romance com enredo complicado!

Rosimeire Leal da Motta Piredda
Vila Velha – Espirito Santo – Brasil
http://www.rosimeiremotta.com.br/
https://www.facebook.com/profile.php?id=100011114436011

 
 
 
 

Clique aqui para ver todos os detalhes e estatisticas do site