FÉNIX

LOGOS Nº 26

JULHO - 2017

 
 

 

Admilson Faria (Poeta Magnata)

 
 

DIZ ONDE ESTÁS
Admilson Faria (Poeta Magnata)

Diz onde estas
pois os meus olhos
anceiam almejar-te
e meu nariz sentir seu cheiro
cheiro que so você tem
por favor vem
apareça nesta angustia e
me da alegria
não tenho control das minhas lagrimas
dentro meu coração chora
meus labios secos te procuram
sempre te quiz
vem ser feliz
meus braços são seus
voce me faz falta
por favor não me dá tanta massada
eu te quero comigo
onde estas Rainha.
enbrulho esse poema nesta garafa
quando receberes do mar
leia que sofro sem ti
não consigo se mentir
nem se fugir
meu coração
minhas emoções contigo esta
por favor
apareça para mim
ou diz onde estas que vou ate você
meu amor
minha flor
meu jardim
meu eu
e minha metade inteira.

Admilson Faria (Poeta Magnata)
Luanda - Angola


Admilson Faria - É Membro do Movimento Lev’Arte Sector Viana, onde é Responsável da Actividade. Membro e fundador da Academia Mundial de Cultura e Literatura ( AMCL). Trabalha na Livraria Mulemba. É Colaborador do Espaço lêr e cultura da rádio Viana. Colaborador da Revista OMNIRA. Apaixonado pela Arte de Escrita, escreve Poesia Prosa Contos.
O seu Pseudónimo literário é Admilson Poeta Magnata ou Poeta do Amor.

 
 

 

Adriana Cardozo Muegge

 
 

O TÃO SONHADO ADEUS
Adriana Cardozo Muegge

O doce olhar daquele que se foi;
Nada mais é do que a comprovação, de que um dia já existiu;
De que um dia já sorriu,
De que um dia já chorou.

A voz que ouvi naquele emaranhado de emoções;
Foi o som mais belo que naquele momento pude escutar;
Pena que em meio a belas palavras,
Se encontrava um pedido de adeus.

Me pego pensando, se tudo aquilo que passamos,
Nada mais foi que um sonho;
Ao qual acordo assustada,
No acalento de cada noite;

Com o rosto molhado,
E coração acelerado;
Respirei fundo e me recompus
Pois foi apenas um sonho.

Sonho que me persegue,
Sonho que me consome;
Que me constrói,
E ao mesmo tempo me distrói.

Naquele momento me pego a pensar;
Será que foi muito, dedicar o tempo a te amar?
Se foi ou não, já foi, e não volta mais;
Oque volta são as lembranças;

Que vem afogadas em um poço de lágrimas salgadas;
Que demora a secar,
Pois a cada sonho me pego a pensar;
E a cada pensamento volto a sonhar.

Adriana Cardozo Muegge
Indaial - SC - Brasil


Meu nome é Adriana Cardozo Muegge, sou de Indaial, SC, tenho 22 anos, estou me formando em psicologia. Meu gosto por escrever iniciou aos meus 12 anos, na escola, eu escrevia muitos poemas, porém depois de um tempo parei, com incentivo de meus amigos voltei a escrever agora, e estou muito feliz com essa decisão.

 
 

 

Adriana Quezado

 
 

CASAL DE PORCELANA
Adriana Quezado

Entre tapas e beijos,
Prevalece o amor.
Magro e gordo
É o famoso casal 20,
Que vivia na contramão Um do outro.
Mas há 20 anos,
Conseguiram unir as mãos e a vida,
dando-se em casamento sob as bençãos de Deus.

Adriana Quezado
Fortaleza - Ceara - Brasil
http://www.recantodasletras.com.br/autores/adrianaquezado

http://www.recantodasletras.com.br/e-livros/5580800


O hábito e o prazer de ler fizeram-me sentir que precisava desabrochar algo que estava em mim. Descobri o início do talento e o esforço da dedicação. Assim, comecei a escrever. Redijo textos no site Recanto das Letras e publiquei um livro de minha autoria e, outros, em parceria com diversos escritores. Depois da escrita, surgiu o gosto por outras artes: designer, artesanato e fotografia, fazendo-me uma artista com vários talentos, mostrando que a literatura e a arte são o meu lugar. Em 2015, lancei o meu primeiro E-book, disponível no Recanto das Letras. Desde julho de 2016, participo das Antologias LOGOS da FENIX e A Revista EisFluências. Relancei o livro Coração Literário que se encontra a venda na Edésio do Center Um em Fortaleza-CE.

 
 

 

Adriano Ferris

 
 

NÃO POSSO VIVER SEM VOCÊ
Adriano Ferris

Como posso esquecer o seu cheiro
Esse seu perfume que me aprisiona
Arrebatando o meu coração
Como poder viver sem você
Na estrada da vida junto a ti

Como seria caminhar sem você ao lado
Almoço ou jantar à luz de vela sem amar
Sem teu corpo ao lado do meu no deitar
O que seria de mim, não consigo imaginar
Sem os seus lábios para beijar

O que seria de mim vivendo na solidão
O gelo do mundo a me torturar
Seria o maior dos infelizes, que situação
Insônia tomaria conta de mim
Seria um mártir do amor, que dor

Não, só posso agradecer a Deus
Ele te criou inteirinha para mim
Lhe deu um coração puro, para amar
E o maior dos felizardos, sou eu, sou eu
Eu te amo, eternamente te amarei...

Adriano Ferris
São Paulo - Brasil


Escritor e poeta, reside em São Paulo, Brasil. Autor participante de mais de 20 antologias literárias no Brasil e em Portugal. Autor de mais de mil poesias e dos livros de poesias POR DENTRO DE MIM, ANTES QUE A NOITE ACABE e MEUS POEMAS – PARA LER ANTES DE DORMIR.
Autor Editor do projeto literário VERSEJAR e MEMBRO IMORTAL E INTERNACIONAL da ACADEMIA VIRTUAL DE LETRAS, ARTE E CULTURA EMBAIXADA DA POESIA.

 
 

 

África Gomes

 
 

EU ME RECUSO
África Gomes

Eu me recuso
Eu me recuso aceitar o fim!
Me recuso aceitar
Sei que é assim
Inclusive nunca mais irei beijar
os seus lábios encantadores, é duro
é mais fácil aturar a recusação que eu aturo
eu não aceito esta separação sem nexo
eu me recuso a olhar
para ti sem provocar exitação, Deus, isto é, preprelexo
Eu me nego e renego a deixar de ouvir o seu suave falar.

Eu me recuso aceitar que tudo
Está acabar
E que o mundo
Está desabar
Esqueça esta proposta pôs jamais
Vou aceitar perder
O que foi difícil alcançar, me recuso a ceder
Essa satisfação desculpa, mas não sou capaz

Me recuso aceitar que as nossas noites
Serão isoladas como as distintas pontes
Sem desarrumo
Nem reprumo
Por todo canto ouvir nossa música
No escuro da sala, passamos a noite mais clássica
Que qualquer um passaria se amasse.
Largar e perder o meu desabrochar e o meu interesse;
Eu simplesmente me recuso aceitar o fim!
Do nosso mais que bonito passado
Desde a minha aceitação até no nosso desenrolar na cama de capim,
Eu me recuso aceitar o desfecho meu doce amor.

Dionísia Tiago Gomes (África Gomes)
Luanda - Angola

 
 
 
 

Clique aqui para ver todos os detalhes e estatisticas do site