FÉNIX

LOGOS Nº 26

JULHO - 2017

 
 

 

Dalton Luiz Gandin

 
 

APARÊNCIA
Dalton Luiz Gandin

Verniz
não
me diz
sobre
a raiz.

Dalton Luiz Gandin
São José dos Pinhais - Paraná - Brasil


Professor de Filosofia / História da Secretaria de Estado da Educação do Paraná desde 1986. Atualmente aposentado. Escreve poesias desde 1976. Recebeu os prêmios de Literatura: “Literatura Leopoldo Scherner", 2010 , 2015 e "Servir com arte", 2011. Tem dois livros publicados: "Caminho em verso", pela Editora Gráfica Popular, 2007 e "Curta poesia", pela Gráfica Editora Apta, além de outras produções e parcerias musicais a exemplos de: Chegada ( Oza Ventura e Dalton Luiz Gandin); Lúcifer (Oza Ventura e Dalton Luiz Gandin) ; Por um axé ( William Schranne e Dalton Luiz Gandin); Viola de Palha ( Rubens Nunes Pires , Oswaldo Rios e Dalton Luiz Gandin) ; Canção do Vento ( Max Gasperazzo e Dalton Luiz Gandin) ; Saudade que me machuca ( Luiz Mello e Dalton Luiz Gandin). e Com Tica com verso ( Rubens Nunes Pires e Dalton Luiz Gandin) Atualmente mora em São José dos Pinhais, cidade da região metropolitana de Curitiba (sua terra natal) / Paraná - Brasil.

 
 

 

Dalva Zavareze

 
 

PERMUTAS
Dalva Zavareze

É uma nuvem que passa
Nas longas coxilhas
E uma velha tropilha rasgando este chão
Caminhos se cruzam dois velhos tropeiros,
Cansados, largados, se jogam no chão
Pro mate amigo e as velhas cantigas
Do pago irmão.
A chuva caindo
A gaita vai abrindo uma linda canção
E a velha tropilha se espalha na coxilha
Na verde pastagem deste imenso rincão.
Histórias se abrindo, nas longas conversas
Dos velhos tropeiros, a caminho sem pressa
Nas longas coxilhas do pago irmão.
Assim viveu o tropeiro
Até que o progresso chegou
O gado foi pro curral
E o caminhão carregou.
Hoje tristes tropeiros, recordam com saudade
As longas jornadas da velha tropilha
Marcadas no chão...
Os tempos passaram
E a vida mudou
Dos velhos tropeiros,
só saudade restou.

Dalva Zavareze
São Sepé - RS - Brasil


Dalva Zavareze graduou-se em História Natural pela Universidade Federal de Santa Maria. É especialista em Educação Psicomotora pela Fundação Educacional do Vale do Jacuí. Têm experiência nas áreas de Ciências Físicas e Biológica atuando como professora durante os anos de 1969 até 1999. É compositora de poesias desde 1966. É Acadêmica da Academia de Letras e Artes Sepeense-ALAS

 
 

 

Damião Oliveira

 
 

PROJETO CULTURAL
“SEMEANDO SONHOS, COLHENDO REALIDADES”
Por Damião Oliveira


O projeto consiste em visitas a colégios da Rede Municipal e Estadual em Alvorada por este Escritor e poeta, Gabrielense, cidadão Alvoradense Damião Martireno Oliveira da Silva, primeiro sargento da Brigada militar, promovendo Bate Papo, respondendo perguntas e fazendo uma pequena palestra motivacional ao corpo docente, promovendo Leitura e recital de poemas autorais e outros, já publicados ou não, como promoção a cultura e incentivo ao surgimento de novos artistas, poetas e escritores deste grande “Celeiro” que é a nossa comunidade Escolar. Com distribuição de exemplares do mais recente trabalho do autor. O livro “EU SOU” o Ser binário A Força e o poder dos nós; um livro que traz contos e relatos motivacionais da união dos seres e entrelaçamentos de ações, visando o bem da coletividade e a realização pessoal de sonhos individuais e coletivos. Mostrando a possibilidade de alcançar objetivos com a utilização e elevação da consciência, sabedoria e amor. E a visão, concepção e percepção de que não estamos sós e que a união e a solidariedade e compromisso com a coletividade são aliadas da Determinação, motivação, foco e fé do ser humano para o sucesso; E que essas forças é que nos impulsionam a Seguir em frente apesar das dificuldades e obstáculos que a vida possam lhe trazer na nossa trajetória de vida. E, que o verdadeiro alívio, vem da aceitação de quem somos, como somos e que a partir disto traças metas e objetivos a serem alcançados. E, que é possível, a qualquer tempo, resgatar e realizar sonhos da infância ou da Juventude ou objetivos altruístas em qualquer idade, contando com o apoio dos amigos, colegas, Mestres e o apoio do Poder Público e/ou da Iniciativa privada.
O livro também traz em um dos seus capítulos em homenagem aos 50 anos da cidade, observados os últimos 33 anos do autor na cidade, destacados exemplos de pessoas que nasceram ou vieram morar em Alvorada, que com determinação e força de vontade, ultrapassaram as fronteiras do Município, construindo seus sonhos e objetivos e mostrando e levando a nossa cultura, arte e talentos, pelo RS, Brasil e até casos de projeção Internacional e que muitas vezes passando despercebidos de parte e/ou da grande maioria da nossa população.

Damião Oliveira
Alvorada - RS -Brasil


Damião Oliveira - Poeta e escritor Brigadiano com participações em coletâneas, Antologias e casas de cultura. Autor do livro o ser binário. - A Força e o Poder do nós.. Palestrante motivacional, contador de contos, proseador. Agente Performático em Saraus.

 
 

 

Dara Mendes

 
 

ESTRANHAMENTE NORMAL
Por Dara Mendes


É estranho eu me sentar numa roda de meninas e não ficar almejando cada rapaz que passa por nós assim como elas? Ou eu não ter um "crush", um ídolo?
É estranho, que eu prefira deitar em minha cama com a companhia de um bom livro ao invés de ficar nessa roda de futilidades?
É estranho que, quando eu vejo um homem galante imagino se ele tem alguém que planeja o futuro com ele e lhe dá o devido amor que merece?
É estranho eu não querer sair para balada, “pegar geral” e encher a cara?
É estranho eu ao invés disso, preferir sentar e tomar uma taça de vinho saboreando cada nota da bebida?
É estranho eu simplesmente querer a paz do silêncio e uma boa companhia ao invés de ser rodeada de pessoas vazias?
É estranho eu preferir descer à praia só para ver o sol nascer, e não para exibir as curvas do meu corpo e admirar ou julgar aqueles que por mim passam?
Não.
Não tem nada de estranho.
Mas para a sociedade, eu sou a estranha.
O por quê?
É o fato de que eu não sou normal, mesmo que para mim seja totalmente ao contrário.

Dara Mendes
Mogi das Cruzes – SP - Brasil


Nascida na cidade de Mogi das Cruzes, no estado de São Paulo, em 25 de Maio de 1998. Cursa o 3º semestre de Logística na Universidade de Mogi das Cruzes, mas sonha em cursar Letras após o término do mesmo. Atualmente sendo somente estudante, tem como atividades prazerosas a leitura e a escrita.

 
 

 

Deby Veneziano

 
 

DEVANEIO
Deby Veneziano

Sonhei que você veio me visitar.
Nos encontramos,
nos abraçamos.
E com tantas duvidas para compartilhar,
nada falamos.
Voce sorriu, me abraçou .
Abraço quente, envolvente.
Nesse momento, o mundo ficou la fora.
Apenas seu calor se fez presente.
Sentindo as batidas do seu coração,
aproveitei cada segundo daquela sensação.
Gestos puros,
olhar dentro do olhar.
E quando pensei que sua boca,
a minha ia tocar,era hora de acordar!

Deby Veneziano
São Paulo-SP
https://poesiaemfotografia.wordpress.com/

 
 
 
 

Clique aqui para ver todos os detalhes e estatisticas do site