FÉNIX

LOGOS Nº 26

JULHO - 2017

 
 

 

Leunira Batista Santos Sousa

 
 

ALMA DE FLORES
Leunira Batista Santos Sousa

Nas curvas da felicidade
O suou dos poros intermedeia o prazer
E o mar de rosas discorre a bonança
A liberdade veste-se de ternura
Está na alma o penacho da esperança.

O intuito da vida lateja o coração
Conhece o óbvio com observância vigorosa
Cruza o caminho que escraviza a razão
Junta pena espalhada no chão
Para florir a vida em construção.

O sol que esquenta o solo frio
Os pés equilibram o corpo inteiro
Na sensibilidade está o segredo
Que constrói argumento e tece enredo
Mas a alma é quem irradia o mistério.

Leunira Batista Santos Sousa
Nossa Senhora da Glória - Sergipe - Brasil


Leunira Batista Santos Sousa nasceu em Nossa da Glória, SE, Brasil, onde ainda hoje reside. Escritora, poetisa e jornalista. Graduada em letras Português/Espanhol. De Professora/Educadora a Auditora de Tributos da SEFAZ, aposentada. Coautora do livro Nossa Senhora Da Glória e Sua História (1978), marco dos 50 Anos de Emancipação Política. Autora do livro O Espelho da Felicidade, Integrante de 16 Antologias e de várias Revistas. Pioneira no quadro de Membro Efetivo da Academia Literária do Amplo Sertão Sergipano (ALAS), cadeira n° 3 patrono Marcelo Déda Chagas; Membro efetivo da Academia Gloriense de Letras (AGL), cadeira n° 16 Patrona Maria Helena de Andrade Pereira.

 
 

 

Libia Beatriz Carciofetti

 
 

SIMPLEMENTE RECUERDOS
Libia Beatriz Carciofetti

Observo la arboleda desde mi ventana
y no sé porque vienen a mi mente
los recuerdos de mi infancia
cuando frecuentaba el parque
y las flores saturaban de fragancia.

Tiempos felices de guardapolvos blancos
de pinturitas de colores,
no de fibras de cuadernos forrados por mamá
y de manchones de tinta.

De mensajes de amor plegados en papel
no escrito en los celulares
amor expresado con sentimiento,
no irreverentes vulgaridades.

Observo la arboleda desde mi ventana
y no quisiera vivir encerrada,
anhelo bajar la colina embarrada
y gritar ¡Soy feliz hoy! y lo seré mañana.

Pero a la vida uno no la tiene comprada
se siente en la sangre una cosa extraña
y dejamos de ser niños, la etapa es quemada,
para hacerse azúcar, primero hay que ser caña.

A mi libro de poemas yo vivo amarrada
cuando la pena me invade
no cejo en el intento en expresar en versos,
lo que siento adentro.

Libia Beatriz Carciofetti
Santiago del Estero - Argentina
https://www.facebook.com/libiabeatriz.carciofetti

 
 

 

Ligia Tomarchio

 
 

INSÔNIA
Ligia Tomarchio

A noite bate à porta
açoita mentes insanas
libera demônios
aclama os ânimos.

Devora
cérebro doente
em chamas
molhadas de dor.

Emoção maior
universal
agonia vivida
agora escrita.

Vazão de sentimentos
na leveza do papel
no sangue do lápis
que transcreve.

Voraz vontade de escrever
loucura em viver
paixão em morrer
paz em transcender.

Ligia Tomarchio
São Paulo - SP - Brasil
www.ligia.tomarchio.nom.br

 
 

 

Lin Quintino

 
 

NÃO ME FADIGAM AS PALAVRAS
Lin Quintino

Gosto de me aquietar
cismar o tempo
e vagar os olhos

Em completo silêncio
vejo tudo
no sigilo do verde do meu olhar
mar calmo repousando na areia

Não amo o tempestuoso dia
sou de paisagens bucólicas
regatos suaves

Não me fadigam as palavras
sou apanhadora de silêncios...

Lin Quintino
Belo Horizonte - MG - Brasil
https://www.facebook.com/linpoesias


Lin Quintino, mineira, escritora, poeta, professora e psicóloga. Faz parte das Academias: ANLPPB- cadeira 99, ALPAS 21, sócia fundadora, cadeira 16; ALTO; ALMAS; ARTPOP; AMCL, cadeira 61; ACLA; AVL; Academia de Letras Y Artes Valparaíso (Chile); Núcleo de Letras Y Artes de Buenos Aires; membro da OPB e da Associação Poemas à Flor da Pele. Escreve mensalmente para o Caderno Literário Pragmatha. Correspondente da Revista Poemas do Brasil, núcleo MG; Autora dos livros de poemas Entrepalavras e A Cor da Minha Escrita e Na Outra Margem de Mim

 
 

 

Lisié Chavry Champier

 
 

O IMPONENTE URSO POLAR - O paciente feroz
Por Lisié Chavry Champier


Tão bonitinho que apetece apertar. Quem nunca quis um de pelúcia? Agora vê aqui, um pouco da sua verdade…Branquinho, facilmente se camufla na neve. O belo feroz, pensador do Polo Norte é um excelente nadador. O maior carnívoro da terra e naturalmente, o maior dos ursos.
…Seus relacionamentos amorosos duram no máximo 1 semana, após isso vira solitário, outra vez…
No inverno, o gelo forma uma capa por cima do mar, terreno propício para brincar de esconde-esconde. Sabes com quem? Sua amiguinha, a “foca”…ehehehe (brincadeira), quisera ele, que assim fosse. O nome disso é luta, pela sobrevivência é claro . Alimento que lhe fornece gordura suficiente para uma semana inteira. É capaz de permanecer imóvel por duas horas e quando a foca põe a cabeça fora da água, abocanhá-la com sorte. Nesse jogo, 90% das vezes, sai de mãos vazias.
…Agora entendo, porquê és paciente
Quando o verão chega, sofre com as temperaturas altas. O gelo derrete e não consegue caçar o alimento predilecto. Na mesma insiste e persiste, com uma adaptação surpreendente para sobreviver, se desdobra em manobras para fugir do calor. Assim inventa outro modo de vida, migra para o continente. Alimentando-se como possível vai sobrevivendo.
…De um urso faminto não se aproximem. Imagina: se for preciso, vira canibal…
...Com 600 quilos e 2,5 metros de altura, suporta temperaturas 40º abaixo de zero e ventos de 120 km/h. É um animal do frio, e está preparado para isso…
…A pele principal é negra e grossa, para atrair melhor a radiação solar e aumentar o calor corporal. De pelo macio e translucido. Só pode ter uma estrutura física abastecida de gordura para aguentar tanto frio.
…Por isso, o aquecimento global, esse sim, lhe causa sofrimento! Muitas vezes morre à custa disso,…mas, ainda há outros que contribuem para a sua extinção.
…Este pedaço triste da história, deixa pra lá, conto noutro dia…

Lisié Chavry Champier
Maputo - Moçambique
https://www.facebook.com/tuconseguesfazerlindo/


Lisié Chavry Champier, moçambicana de 32, nasceu na Beira , mas vive em Maputo há 29 anos. Iniciante como escritora, onde já publicou mais de 100 textos na página do facebook “tu consegues fazer lindo”. Para além da página, publica no jornal electrónico “o Diário do País” e na revista “só letras”. Breves publicações em: duas revistas brasileiras, “Criticartes” e “Poesia Revista.
Licenciada em Informática de Gestão na Universidade A Politécnica de Moçambique, onde defendeu com o tema: “Avaliação da Satisfação do trabalhador através de um software”. Trabalha em Marketing há 14 anos.

 
 
 
 

Clique aqui para ver todos os detalhes e estatisticas do site