FÉNIX

 

 

Beki Bassan

 
 

LIBERDADE
Beki Bassan

Hoje acordei como todos os dias,
mas enquanto rezava tive um insight,
para que eu fosse caminhar.
Não pensei duas vezes
e lá fui eu passear no calçadão da praia.

Nesta minha caminhada minh'alma
perguntou o que eu estava achando do passeio.
Realmente estava gostoso.
Nada mais bonito que olhar o céu e o mar.

Fui andando e alguns pensamentos
vieram à tona.
Primeiro que eu deveria me organizar mais
ao invés de passar bastante tempo na net.
Fui juntando minhas idéias
e cheguei a conclusão que eu estava
ficando escrava de um PC.

Isto certamente não está me fazendo bem.
Resolvi então que a partir de agora,
vou prestar mais atenção aos meus desejos,
e ser livre para fazer o que eu quiser,
dando prioridade a algumas coisas
que tenho deixado de lado.

Hoje descobri que preciso me reprogramar
priorizando meus deveres, mas
sem perder uma coisa essencial
a LIBERDADE.

Beki Bassan
Rio de Janeiro - Brasil
www.bekibassan.blogspot.com.br
www.bekibassan.prosaeverso.net

 
 
 
 

Bilá Bernardes

 
 

CIO DE VERSOS
Bilá Bernardes

Latejam em mim
sons indecifr?veis
letras embaralhadas

Latejam sangue virgem
odores, ar perfumado
letras desencontradas

Onde o falo organizador?
Onde as pausas do entendimento?
Onde o movimento?

Vento penetra a mente
Bolhas de ar se instalam
Letras se juntam e separam

Cio de versos diversos
no ventre juntam palavras
nascem poema e poeta

Bilá Bernardes
Santo Antônio do Monte - MG - Brasil


Bilá Bernardes - Nome artístico de Maria Angélica Bernardes dos Santos, que nasceu em Santo Antônio do Monte/MG/Brasil em 22/01/1950.
Tem artigos e poemas publicados na internet, em revistas e jornais em Belo Horizonte, Lagoa da Prata, Santo Antônio do Monte e Buenos Aires. Participou em antologias, em Buenos Aires, Bento Gonçalves/RS e Belo Horizonte, Chile.
Publicou o livro de poesias FotoGrafias de DesCasamento, editora ANOME Livros, 2008, BH. No prelo o livro S.A.Monte de Minhas Lembranças.

 
 
 
 

Bruno Valverde

 
 

SENTIMENTO DE ESCREVER
Bruno Valverde

Escrever
Sentimento revolucionário
Em tempo autoritário

Sentimento libertário
Num mundo contraditório

Expressão de leveza e sentimento
Que devo manifestar a qualquer momento

Sentimento de glória
Na ponta do lápis guardado dentro da memória

Sentimento de vida
De muita gente vivida
Que arrisca e não duvida

Sentimento de mundo
Que expresso com qualquer pensamento fecundo

Sentimento complexo
Que manifesto encontrando algum nexo

Sentimento que deságua
Na companhia de um café e um copo cheio d'água

Sentimento indomável
Pensamento formidável
Amor inexplicável

Expressão de crítica e autocrítica
Sentido de ética
Postura política que identifica

Sentimento de amor
Em tempo de desamor

Sentimento que liberta
O corpo e a alma do poeta

Sentimento de pertencimento
Podendo ser revelado a qualquer momento

Sentimento de cidadania
Levando um povo a conquistar sua soberania

Sentimento de felicidade
Levando a sociedade a construir sua diversidade

Sentimento de dignidade
Levando o cidadão ao caminho da prosperidade

Sentimento de liberdade
Mostrado com propriedade
Revelando uma identidade

Sentimento ecológico
Mostrando a relação homem natureza
De um jeito pedagógico

Sentimento planetário
Transformado o planeta
Em um mundo igualitário

Sentimento de luta
Contra o exército da ignorância
E a opressão absoluta

Bruno Valverde
São Paulo - SP - Brasil


Bruno Augusto Valverde Marcondes de Moura é ecólogo, geógrafo, poeta e caminhante. Nasceu e vive em São Paulo/SP. Tem poemas publicados em antologias Poéticas. O poema Marinheiros foi publicado na Antologia Poética do Concurso Nacional de Novos Poetas. O poema Oceano de Palavras foi publicado na Antologia Poética do V Prêmio Escritor Marcelo de Oliveira Souza.

 
 
 
 

Candy Saad

 
 

ÉS MEU DESATINO
Candy Saad

Em teu corpo deito os meus sonhos,
Uns angelicais e outros profanos...
Na auréola de meu seio das um beijo pecador..
Germinando em minha pele o orvalho do amor..

Sou domada por ti
Tu decifra-me com teus beijos..
Naufraga em minhas entranhas,
gostas dos meus gemidos,
ama minhas manhas...

És o cúmplice desta alegria que invade-me..
Tua essência em minhas noites e meus dias..
Meu menino vadio
O homem que me desatina..

És o meu tudo,
meu aqui e agora!
És a minha felicidade!

Código do texto: T6221734

Candy Saad
Jundiaí – SP - Brasil
http://www.candysaad.com

http://www.facebook.com/candysaad
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_america.asp?ID=1387


*Embaixadora Universal da Paz no âmbito do Círculo Universal dos Embaixadores da Paz.
Cercle Universel Des Ambassadeurs De La Paix - Suisse/France
*Cônsul Cidade de Santo André -São Paulo - Poetas do Mundo -Brasil.

 
 
 
 
 

 Flag Counter

Clique aqui para ver todos os detalhes e estatisticas do site