FÉNIX

 

 
 

Carmo Vasconcelos

 
 

INCONSTÂNCIA
Carmo Vasconcelos

Tudo em mim
paira suspenso,
indefinido.
Sou a teia de fios diáfanos,
inconsistentes,
nada me enleia!

Odeio o fixo,
o programado,
sou a mudança,
a inconstância,
o improviso.
Sou a gaivota que voa solta!

Preciso espaço
pra espairecer o meu cansaço.
E se o amor busco e atraio,
que seja um raio que caia ao lado,
que me estremeça,
que me enlouqueça,
sem me atingir!

Sou o múltiplo
que não contém a unidade.
Só peço abraços,
não quero laços.
Busco emoções,
não quero grilhões!

Sou o sonho
que não consente a realidade.
Sou um faminto que engole anseios,
mas... sem rodeios,
prefiro a fome
à saciedade!

In: "Rompendo Amarras"
http://www.carmovasconcelos-fenix.org/Amarras/CARMO-1.htm

Carmo Vasconcelos, IWA
Lisboa/Portugal
http://www.carmovasconcelos-fenix.org


Membro Vitalício da International Writers and Artists Association - IWA, Toledo, Ohio/USA; Embaixadora Internacional do Movimento de União Cultural - Taubaté, Brasil; Medalha da Paz/CONINTER; Comenda Conde de Figueiró/Embaixada da Poesia; Membro Universal Circle of Ambassadors of Peace - France & Suisse; Mulher do Ano 2015/Embaixada da Poesia; Embaixadora Internacional e Imortal/AVLAC; medalha de Mérito Cultural/Curitiba - Brasil 2015; Prémio "Cultivo da Paz - Hiroshima 70 Anos", do Movimento União Cultural; Comenda da Embaixada da Poesia/AVLAC;Honra ao Mérito "Carlos Drummond de Andrade" (AVLAC); Mérito "Prata da Casa" da AVLAC;PrémioS ZAP 2009/2010/2012/ 2015 - pela Presidente do Projeto "ZAP", Elizabeth Misciasci; Académico Correspondente e Membro Honorário da Academia Pan-Americana de Letras e Artes-Rj-Brasil; Académica Imortal da Academia da Cultura Internacional da União Cultural, titular da cadeira número 7. Académica Imortal da Virtual Academia Poética Brasileira (como representante de Portugal);Prémio "MULHERES QUE TECEM O MUNDO" - Movimento União Cultural/2017 ; Académico Correspondente da Academia Inclusiva de Autores Brasilienses AIAB
Veja biografia completa da autora em:
http://www.carmovasconcelos-fenix.org/CV-bio.htm
E leia seus poemas em:
http://www.carmovasconcelos-fenix.org/CV-indice.htm
http://osecularsoneto.blogspot.pt/p/carmo-vasconcelos.html

 
 
 
 

Caroline Paixão

 
 

VIDA MINHA
Caroline Paixão

Eu te amo,
demais,
vida minha!
Não consigo te tirar
de minha cabeça!
Já fiz
muitas loucuras
para te provar
que o meu amor
por você
é sem limites.
Mas,
você não acredita!
E me trata
como se eu fosse
um lixo...
Por que
faz assim,
comigo,
vida minha?

Caroline Paixão
Aracaju – Sergipe - Brasil


Caroline Paixão nasceu em Aracaju - SE. Atualmente reside em Nossa Senhora do Socorro, SE. Cursou o ensino médio no Colégio Estadual Gilberto Freyre, concluindo esse curso em 2014. Gosta muito de ler e foi através da leitura que tomou gosto pela poesia. A partir daí, descobriu ter o dom de escrever. Ama ler o clássico poeta, Carlos Drummond De Andrade. Espelha - se no amigo escritor, Domingos Pascoal, bebendo os seus ensinamentos e sonhando ser, um dia, uma famosa poetisa.
Em 2015, começou a escrever os seus primeiros rabiscos literários, após participar do grupo literário, Café Poético Sergipano, organizado pela escritora e ativista cultural, Cris Souza, em Aracaju, Sergipe. Publica seus textos em revistas, Antologias Poéticas, sites e nas Redes Sociais.

 
 
 
 

Catharie Brandao de Souza

 
 

NUA
Catharie Brandao de Souza

Eu chego em casa;
Cansada;
Com fome;
Com sono;
Cabeça doendo;
Barulho zunindo;
E de repente eu apago...
Quando eu acordo;
Já se passou o tempo e eu não vi;
Tudo está cinza...
Sobre mim o vento passa;
Estou completamente nua;
Estou nua sobre a cama;
Estou nua do tempo;
Estou nua no silencio;
Estou nua do mundo;
Estou nua da agonia;
Estou nua da fome;
Estou nua da tristeza...
Estou tão vazia e límpida;
Que sou incolor e insipida;
Sou o que eu procurava...
A tranquilidade e a calma...
Sou o fragmento do sonho;
Sem medo, sem ação;
Sou o momento estático;
Entre a vida e a ilusão.
Estou ancorada e intima;
Na mais absoluta pureza;
Sou um segundo de ternura;
No sublime paraíso chamado...
Paz!

Catharie Brandao de Souza
Campina Grande PB - Brasil


Catharie Brandao de Souza é aluna da Graduacao de Letras Portugues da Universidade Federal de Campina Grande

 
 
 
 

Catherine Roos

 
 

INEXTINTO
Catherine Roos

Não existe um passado ou
Uma história de amor...
Existe uma lembrança,
Uma dor, uma saudade...
Beijos, afagos, abraços,
Nada ficou guardado...
Não se deixou esperança!
Nada restou, nada ficou,
Em um ato de crueldade,
Surge o adeus!
O ficar, está no olhar...
O amor fica,
Mas a razão, não deixa...
Então o beijo do adeus...
Um sorriso pra enganar,
Não dá pra disfarçar!
A lágrima teima em cair...
Um dia... esse momento viria,
Eu sabia, você sabia...
Não queríamos acreditar,
Mas...chegou a hora...
A hora do adeus...
É o fim de uma história,
Que queremos acreditar,
Que nunca aconteceu...
História que antes de nascer...
Morreu...

Publicado no site: O Melhor da Web em 11/01/2014
Código do Texto: 114774

Catherine Roos
Porto Alegre - RS - Brasil

 
 
 
 
 

 Flag Counter

Clique aqui para ver todos os detalhes e estatisticas do site