FÉNIX

 

 

Janete Sales Dany

 
 

UM OLHAR QUE PROCURA UM AMOR QUE SE FOI
Janete Sales Dany

Mulher linda de olhar distante que olha para o nada...
Quem a vê não entende muito bem o que acontece
Tem um leve sorriso no canto da boca
Está pensando num ontem que não volta mais
Num dia em que corria nos campos colhendo flores
Relembra que levava rosas nas mãos e veio a chuva
O vento roubou todo aquele encanto que trazia
O cabelo ficou bagunçado e o vestido molhado
E a transparência do tecido mostrou as belas curvas
Logo percebeu que um moço colhia as rosas que havia perdido
E ele devolveu uma a uma para as mãos que estavam vazias
A cada entrega o olhar dele se aprofundava no dela
O amor estava nascendo e a chuva foi morrendo
E um beijo surgiu e no céu apareceu um arco Iris
O abraço dele esqueceu que havia delicadeza nas mãos dela
As rosas foram esmagadas contra o peito
O Romance ficou perfumado, e se amaram ali mesmo...
O cantar dos pássaros e os sussurros dos dois faziam uma canção
Queria que fosse eterno aquele momento...
Mas...
Não viveram felizes para sempre, pois logo em seguida ele se foi.
E até hoje ela olha distante como quem busca a ternura perdida
Procura aquele olhar invasor, mistura de paixão e amor...
Procura no passado um pouco do vento que brincou com ela
Procura aquele abraço que esmagou as flores contra o coração
Quer de novo o beijo na boca que mostrou o colorido na elevação
Procura as mãos perfumadas que a levaram a muitos apogeus
Mãos que lhe deram carinho, mas também lhe deram adeus...

Janete Sales Dany
São Paulo - Brasil
Site próprio: http://deixesualuzbrilhar.blog.br/
Blog Principal: http://danysempre.blogspot.com.br/

YouTube: https://www.youtube.com/user/JaneteSalesDany


Janete Sales Dany é natural de São Paulo Capital ; Participou de várias Antologias na internet: Antologia Imagem e Literatura PEAPAZ, Antologia do Portal CEN: Antologias LOGOS da Fénix; Participações na REVISTA EISFLUÊNCIAS
Participou em dois livros das Antologias do Grupo Editorial Beco dos Poetas: Alma de poeta e A lua sobre nós
Tendo também três livros na Antologia Platinum : Editor Prima Obra Platinum II - Platinum IV - Platinum XIV – Solariun
Participação na “Revista Viva Cultura” 2ª edição
Associação Artística Janet Finatti - Eventos culturais de Varginha-MG

 
 
 
 

Janete Veiga

 
 

CARIDADE
Janete Veiga

Caridade é o sol
Que aquece o mundo!
É gesto de amor
Que marca o ser profundo!

A beneficência se fraciona
Enriquecendo tua vida.
Mas para isso Jesus,
À prática da caridade te convida.

Quem sabe dar
Sem olhar a quem
Nada vai lhe faltar
Pois, terá a ajuda do além.

Ajudar e amar o semelhante
Corresponde a lei de compensação.
Trabalhando para a paz dos outros
Terás paz no coração.

Janete Veiga
Itaiópolis - SC - Brasil

 
 
 
 

Jania Souza

 
 

SUOR E SAUDADE
Jania Souza

Ah! Quão bom esse sopro
vindo com as ondas (...)
Pão em meu corpo
saliva na boca.

Suave brisa espuma
amor que inspira
vela solitária ao mar.

Sacode ardor escondido
na carne nua (...)
Flor aberta à missiva
luxúria crua adormecida.
Eis o brilho exuberante
dos raios ao meio-dia
desperta à dolência
pétalas amanhecidas.

Suor e saudade
mistura esvaída
de águas profundas
leviatãs de segredos
inconfessáveis.

Jania Souza
Natal - RN - Brasil
www.janiasouzaspvarncultural.blogspot.com
facebook: Jania Souza Souza


Jania Maria Souza da Silva nasceu na cidade de Natal, potiguar, escritora, poeta, artista plástica, ativista cultural, declamadora; bancária, economista, contadora. Tem ativa participação no movimento literário de sua cidade e do seu país. Em sua obra encontra-se registrado um toque sutil de erotismo e realismo com predominância de um profundo pensamento crítico revestido pela metáfora poética, social e humana. Publica literatura infantil; infanto-juvenil, poemas, crônicas, contos. Sócia de entidades culturais: SPVA/RN (sócia fundadora); AJEB/RN; UBE/RN – 1º.Vice-Presidente para o biênio 2016/2017, tendo exercido o cargo de Secretário Geral/2014-15 e 1º. Tesoureiro/2012/13; APPERJ - Delegada Regional; Clube dos Escritores de Piracicaba; Poetas Del Mundo; Associação Poemas à Flor da Pele; Movimento Virarte; Abrace; Academia de Letras do Brasil (Seccional Bahia); Varal do Brasil.

 
 
 
 

Janny Lopes

 
 

OLHAR PECULIAR
Janny Lopes

Ando na rua a procura de olhares que me encantem
Um olhar singular que me envolva de maneira momentânea e serena
Olhar que me conduza a enxergar a pureza da vida
Ou que me faça entender o dom que em mim habita...

Já encontrei olhares de felicidades, angústias e paixões
Mas nada comparado ao que há em meu coração
Uma vontade imensa de propagar o que vive em meu ser
Onde flechas de amor e carinho se direcionam a você...

Tento me esquivar da imoralidade entrelaçada em minhas entranhas
Tudo isso para não confundir suave essência que existe em você
Me pego por horas lapidando meus pensamentos
Na esperança de seu olhar me entender...

É um jogo de sentidos, mas procuro no meu mais aguçado extinto
Encontrar você meu bem querer
Olho os contornos de olhares que por mim passam
Mas nada se compara ao seu olhar distinto.

As mazelas do meu coração insistem em corroer meus defeitos
Mas logo as corrijo, na intenção gratificante
De um dia enfim poder mostrar-lhe e com muita qualidade
A parte mais linda e pura que guardei para presentear somente você.

Janny Lopes
Santa Catarina - Brasil
facebook, JANE ANDRADE LOPES


Sou Jane Maria Andrade Lopes tenho 33 anoS, conhecida pelo pseudônimo de Janny Lopes. Nasci no interior de Belém do Pará, mas agora moro em Santa Catarina.
E me dedico a escrita desde minha adolescência, meus textos reflexivos trazem traços da vida expressos em poesias e poemas, meus trabalhos podem ser apreciados
no site RECANTO DAS LETRAS e em meu facebook, JANE ANDRADE LOPES.

 
 
 
 
 

 Flag Counter

Clique aqui para ver todos os detalhes e estatisticas do site