FÉNIX

 

 

Maria Goret Chagas

 
 

SER
Maria Goret Chagas

Quero ser
um pincel mágico , contemporâneo
delinear, colorir com aguada.
A água escorre, destino e resultado
da pintura ...
A tela, alma translúcida, inquieta,
que dorme,
que sonha...
sonhos abstratos,
reais?
surreais e
nada mais!

Maria Goret Chagas
Franca - SP - Brasil
www.artgoretchagas.com
https://www.linkedin.com/pulse/article/new?trk=prof-edit-posts
https://www.flickr.com/photos/124057197@N05/
https://twitter.com/
https://pt.wikipedia.org/wiki/Maria_Goret_Chagas
www.instagram.com/goretchagas
https://www.facebook.com/mariagoretchagas.chagas


Maria Goret Chagas, graduada em Letras, Educação Artística e Semiótica.
Atua como artista plástica, escritora e palestrante motivacional em empresas, eventos em geral.
Ama pintar flores em aquarela e acrílica com a boca e os pés – APBP/Brasil
Pertence à Associação dos Pintores com a Boca e os Pés com obras premiadas e reproduzidas no Brasil e exterior, menções honrosas, medalhas e troféus no Brasil.
Livros publicados: biográfico, inclusão infantil, coautorias em motivação, superação e liderança, Editora Leader

 
 
 
 

Maria João Brito de Sousa

 
 

SEM GARANTIAS
Maria João Brito de Sousa

Concedo aos meus poemas, quando os faço,
mui garantidamente ousar tecê-los
como se foram fios de mil novelos
que tivessem tombado em meu regaço.

Cedo-me inteira, embora sendo escasso
o tempo em que o meu colo irá sustê-los,
mas... outras garantias, outros zelos,
não posso conceder-lhos neste espaço

Em que ao tecê-los me encho de cansaço,
e de saudades me encho ao não escrevê-los...
Tão pouco posso e tanto quero erguê-los,

Que me escapam novelos. Solto o laço,
Ou prendo cada fio, traço por traço,
e, mesmo exausta, volto a concebê-los?

Maria João Brito de Sousa
Oeiras - Portugal
http:/poetaporkedeusker.blogs.sapo.pt


Maria João Brito de Sousa nasceu em Lisboa/Portugal.É Poeta e Pintora.
"Desde o ano 2000 e enquanto a saúde mo permitiu, fui membro da Associação de Artistas Plásticos - Paço De Artes, sediada no Concelho de Oeiras e, nessa qualidade, participei em inúmeras exposições de pintura de carácter colectivo e de uma individual, sob a temática Auto-Retrato, em 2007.
Em Janeiro de 2000, estreara-me, no âmbito das exposições individuais, em Lisboa, na Voz do Operário, onde tive expostas vinte e oito telas sob o título Promessas Traídas, tendo ainda participado na Voz D`Arte - Primavera 2000, no hotel Roma, em Lisboa.
Sou também membro da Associação Portuguesa de Poetas, e tenho apenas três livros publicados; Poeta Porque Deus Quer, Autores Editora, 2009 e Pequenas Utopias, Corpos Editora, 2012 (World Art Friends) e Almas Gémeas, em Março de 2016, sob a chancela da Euedito.Vários sonetos meus foram editados, em 2014, na colectânea de poetas lusófonos Enigma(s), sob a chancela da Sinapis Editores - Editorial Minerva - e na Antologia "Tertúlia da Gandaia", Hórus Editora, 2016, bem como na Antologia da Academia Virtual de Letras, no mesmo ano."

 
 
 
 

Maria José da Silva Santos

 
 

MEU SONHO
Maria José da Silva Santos

Tenho um sonho
Em minha vida
Um belo livro escrever
Com meus versos em poesia
É tudo o que seu fazer.

Escrever, coisas da vida
Do fundo do coração
Com linguagem, muito simples
Porém, que chamem atenção!

É um sonho, que sempre tive
Espero realizar,
Para me será vitória
Quando se concretizar.

Com muita garra e luta
Jamais, penso em desistir
Enquanto vida tiver
Lutarei pra conseguir.

Um sonho, não se desfaz
Com fé no coração
A força do pensamento
Essa é minha decisão.

Maria José da Silva Santos
Rio de Janeiro - Brasil


Maria José, Professora e poetisa uma mulher batalhadora. começou estudar tarde por falta de condições e venceu formando-se professora em 2004 ,publicou o livro Voando nas Asas da Poesia.
Hoje palestrante em escolas públicas levando sempre incentivo aos alunos, com seu belo exemplo de amor a Literatura.
Participa de saraus poéticos, e é poetisa por vocação.Participou de algumas Antologias e é premiada em concursos poético,como Medalhas e Títulos da Academia Poética de Literatura.Participa da Revista Poética Brasileira do Paraná e Revista Poética Mimeógrafo Mexicana.

 
 
 
 

Maria Lenir Alves Ribeiro

 
 

POEMA HINO DA AIAB - Academia Inclusiva de Autores Brasilienses
Maria Lenir Alves Ribeiro

Ao grande Criador
Todo nosso louvor,
Pelo nascimento da AIAB
Plantada com imenso amor!

Amor aos que a ela
Venha conosco juntar
Livres de preconceitos
Escritores a se dedicar!

Voltados à cidadania global,
Plena e que muito valoriza,
Todas as diferenças
Em tudo que realiza!

A Academia Inclusiva
De Autores Brasilienses
Aos 22 de novembro
Saúda a todos presentes;

Em 2017
A semente foi plantada
Caberá a cada um
Que ela seja regada!

Inclusão promove a diversidade
Entre pessoas especiais e unidas
Alguns com necessidades...
Porém, seguem felizes suas vidas!

Eliminando obstáculos
Juntos, fortes, um só coração
Onde pulsa e é vivido
Paz, amor e união!

Por um mundo inclusivo, onde a luz é a cultura que pulsa!!! Lenir

Maria Lenir Alves Ribeiro - Academia Inclusiva de Autores Brasilienses - AIAB
Brasília – DF - Brasil


Maria Lenir Alves Ribeiro, professora de Matemática há trinta anos, também graduada em Ciências. Mineira de Paracatu-MG, reside em Brasília desde 1960. Exerceu sua profissão com muito afinco e responsabilidade (SEEDF). Desenvolveu projetos e participou de concursos de natureza pedagógica. Autora do livro - TABUADA... Agora é fácil. Participa dos Amigos do Braille (Biblioteca Braille Dorina Nowill.

 
 
 
 
 

 Flag Counter

Clique aqui para ver todos os detalhes e estatisticas do site