FÉNIX

 

 

Marilice Costi

 
 

FÊMEA SUL-AMERICANA
Marilice Costi

transgressora menina
que não cala e embala
latino-americana
de mesma memória
de las Madres de Mayo
de filhos, de talhos
revolucionária

vive para o novo
em si, dentro e fora
hospeda na alma
aguerridas mulheres
homens de muitas pátrias

na marca dos seus dedos
perseguida Anita
todas digitais, fortes, carnais, compadecidas

mi sombrero es mi padre
desafiadora boina,
o lenço vermelho
é sangue, empreendedora

um porvir de colos a dar

onde os meninos?

no fundo do poço há vertentes
na teia do criar, as sementes
Gaia, barro, argila, corpos
teto, caverna, matas
pó de estrada

móvel morada de quimeras
de los defensores de la tierra
de los honores de nueva mirada
de los espiritos del cielo y del mar,
del mar, de las viñas del amar
-------
2007 - Buenos Aires/AR

Marilice Costi
Porto Alegre - RS - Brasil
http://www.sanaarte.com.br
http://www.sanaarte.com.br/publicacoes


Arteterapeuta, escritora e arquiteta - escritora, palestrante, oficineira. Especialista em Arteterapia, mestre em Arquitetura (UFRGS), criadora da revista O Cuidador. Prêmio Açorianos 2006 em poesia, tem 10 livros publicados e diversas revistas. É Diretora de SANA ARTE e editora-chefe da revista O CUIDADOR.

 
 
 
 

Marinês Bonacina

 
 

VERÃO
Marinês Bonacina

De sol, mormaço e calorão.
Na estação quente do ano,
árvores silenciosas, folhas murchas.
Tento recompor a harmonia
no mormaço de 40º à sombra,
na pele a chama é veloz,
em espectro de raios,
com comprimento de onda variável.
Torno ácida a poesia
para imprimir na dura pedra
o informe de nossos dias.

Marinês Bonacina
Porto Alegre - RS - Brasil
http://marinesbonacina.blogspot.com.br/


Marinês Bonacina é Jornalista, Ativista Cultural, Presidenta Casa do Poeta Latino-Americano – CAPOLAT. Embaixadora Universal da Paz, Genebra - Suíça - Cercle Universel des Ambassadeurs de la Paix. Consulesa de “Poetas Del Mundo” em Porto Alegre –Z-ENE_RS. Divisão Cultural da Fundação de Educação e Sport Club Internacional-FECI. Conselho Deliberativo da ARI – Associação Riograndense de Imprensa .

 
 
 
 
 

Marinez Stringheta/Mara Poeta

 
 

DESATINO
Marinez Stringheta/Mara Poeta

Por você...
Perco o juízo
Faço loucuras
Vou às alturas.
Meu mundo gira ao seu redor
Dói demais
Ficar um dia sem seu amor
Lágrimas derramam-se em ais.
Sem regras, sem lei
Certo ou errado não sei
Chamo e você vem
Só nós dois e mais ninguém.
Suas mãos em meu corpo
Percorrem caminhos desconhecidos.
Virgens ao toque
Seus lábios encontram os seios
Exploram cada pedacinho.
Leve torpor
Invade meu interior
Explodem fogos de artifício.
Inspiradas, as estrelas
Namoram no universo
E a Lua cansada da solidão
Viaja ao encontro de sua paixão
A borrifar o Amor... Continua a Noite.

Marinez Stringheta - Mara Poeta
Botucatu - SP - Brasil


Marinez Stringheta (Mara Poeta). Nasci e moro em Botucatu/SP/Brasil. Professora efetiva estadual em Educação Básica I e em Português - Educação Básica II; pós-graduação em "Teoria da Narrativa". Meu lazer preferido, a leitura. O avô materno (Vasco Pelicia, nascido na Itália) foi quem me levou a viajar através dos livros. E, desde então, não mais parei. Da leitura à escrita... E, cá estou a colocar no papel um pouco de poesia. Tenho alguns livros publicados e participações em coletâneas, antologias e jornais. Classifiquei-me no Mapa Cultural Paulista, com poesias e contos. Ganhei menção honrosa com a poesia “Amarras” (2001). Atualmente participo de vários sites da Internet, incluindo o “Luna e Amigos” e “Poetas del mundo”, do qual sou cônsul, representando minha cidade.

 
 
 
 

Mario Rezende

 
 

A LUXÚRIA
Mario Rezende

Vivo para satisfazer uma paixão
Com a impulsividade desenfreada
Para buscar a almejada satisfação
Que será, prazerosamente, conquistada

Procurando fugir do convencional
Desfruto do doce poder de dominar
Sou excêntrica, libertina e sensual
Pervertida é só como eu sei atuar

Desvirtuar o homem é o meu ofício
Paixão, amor, exacerbação de desejos
Sou a fuga do amor em compulsão, um vício

Pecado capital, falta de harmonia
Prazer que desordenadamente alucina
Sentimento intenso, mas pura fantasia

Mario Rezende
Rio de Janeiro - Brasil
www.recantodasletras.com.br/autores/mrrezende

 
 
 
 
 

 Flag Counter

Clique aqui para ver todos os detalhes e estatisticas do site