FÉNIX

 

 

Odenir Follador

 
 

CASTELO DE SONHOS
Odenir Follador

Eu construí um castelo de sonhos
íntegro de paz, de amor e alegria.
No salão todos dançavam risonhos,
ostentando garbosa alegoria.

E seguiam da música o compasso
à procura de novas atrações,
exangues mas sem demonstrar cansaço,
cativos e entregues às emoções.

Se pudesse traduzir esse enlevo,
e mostrar todo o meu contentamento
que agora, nestes versos eu descrevo:

Um castelo de sonhos e paixões,
de amor, regozijo e de encantamento
transbordante, em todos os corações!

Odenir Follador
Ponta Grossa - Pr - Brasil


Odenir Follador - Técnico em Contabilidade; Licenciado em Ciências; Letras Português/Inglês. Cursando Pós em Neuroaprendizagem; Matemática por concluir. Membro da: ACLAB-RJ; ALB Brasil/Suíça; ALAPT-ES; ALCG-PG; APLA-PG; ARTPOP-RJ; ALPAS 21-RS; CCPFM-PG; CONINTER-RJ; FEBACLA-RJ; MNEL-BA; OBCH-RJ; OMDDH - RJ; Assessor de Cultura da ASMIRE-PG. Livros: Memórias de Infância e Outros relatos e Assoc. dos Militares da Reserva. Participações: Coletâneas; Antologias e Ramalhetes. Premiações: Concursos de Poesias; Contos e Crônicas. Honrarias: Troféus; Medalhas; Diplomas e Menções honrosas. Duas Moções de Aplauso. Grão Colar Diplomata Ruy Barbosa, “O Águia de Haia”. Certificado Mérito Cultural. Prêmio Caneta de Ouro. Títulos: Cidadão Honorário de PG; Personalidade 2015 Cabo Frio-RJ; Ordem do Mérito Conínter Artes – Grau de Oficial, Rio de Janeiro-RJ; Embaixador da Paz – OMDDH, RJ; Embaixador da Paz pelo S.C. Internacional dos Embaixadores da Paz; Dr. Honoris Causa em Direitos Humanos- RJ. Dr. Honoris Causa em Literatura; Barão Follador pela Augustíssima e Soberana Casa Real e Imperial dos Godos do Oriente, Niterói-RJ; Cavaleiro Grã-Cruz na Soberna Ordem da Coroa de Gotland; Diploma: Marechal Mascarenhas de Moraes- P.G. Comendas: Elmo Elton Clube dos Trovadores Capixabas,Guarapari-ES; Da Paz Nelson Mandela, RJ; Imperador Philippikos III Bardanes, RJ; “Diplomata Ruy Barbosa -de Justiça de Paz”, Niterói-RJ; Euclides da Cunha, ALB- Brasil/Suíça-RJ; Benfeitor Cultural da Humanidade, Niterói, RJ.

 
 
 
 

Odete Ngola

 
 

MAR SECO
Odete Ngola

quente, quente e muito quente
é a areia sobre a pele da sereia perdida no gélido deserto de emoções

seu grito estremece os tronos acorrentados sobre os quatro cantos da terra

de braços abertos, abraça os ventos,
sua alma vence a força do deserto

Afinal, não se queimam os sonhos com lágrimas
nem se enxotam o brilho dos olhos da inocência com palavras tortuosas

afinal, há vitorias eternas no silencio do mundo, e derrotas gritantes no ouvido da alma surda.

Odete Ngola
Lunda - Angola


Conhecida por Odete Ngola, nasceu a 22 de Março de 1990 no município de Belas-Lunda-Angola. É estudante Universitária pré finalista do Curso de Engenharia Informática, disine gráfico escritora e poetiza, pertence ao clube de Poetas e trovadores da União dos escritores Angolanos e a A.J.A.L( Associação Dos Jovens Amigos Da Literatura)participou das antologias lusófonas ENIGMAS e UTOPIA projecto SINAPIS editora em Portugal.

 
 
 
 
 

Ógui Lourenço Mauri

 
 

DA VIDA, FAZ POESIA!
Ógui Lourenço Mauri

Tu bem sabes que este mundo
Só te acolhe de passagem;
Não tenhas sono profundo,
Aproveita esta viagem!

Que, às voltas com tal passeio,
Pratiques somente o bem;
Que o viver te mostre o meio
De sempre ajudar alguém!

Nunca reclames da sorte,
Cuida bem da sina tua.
Lembra que, depois da morte,
Tua vida continua.

Jamais percas a esperança,
Ora e vigia o que pensas;
Quando a Fé contigo avança,
Tens dos Céus a recompensa!

Sê poeta de Jesus,
Que em tudo põe alegria.
Do Mestre, recebe luz;
E, da vida, faz poesia!

Ógui Lourenço Mauri
Catanduva - SP - Brasil


Ógui Lourenço Mauri - Nasceu em Irapuã, Estado de São Paulo, Brasil; vive, desde a juventude, em Catanduva, na mesma região.
Foi bancário (Banco do Brasil) e professor de contabilidade, estatística e língua portuguesa. Menino, já  gostava de ler bons livros e de escrever (somente textos em prosa, a princípío; os versos vieram depois).
Com o advento da Internet e graças ao incentivo de dois grandes poetas, Marilena Trujillo (Brasil) e Alberto Peyrano (Argentina e que já não está entre nós) passou a se dedicar cada vez mais a versos (poemas).
É autor de um livro virtual ("e-book"): "Janela da Vida". Atuante na "Linha do Tempo" do Facebook, ali divulga seus poemas. Possui muitos de seus escritos publicados em conceituados endereços culturais da Rede Internacional ("Internet").

 
 
 
 

Olga Bueno

 
 

PASSADO- PRESENTE- FUTURO
Por Olga Bueno


Podemos considerar que o passado, assim como o futuro, não nos pertence. São tempos que; ou está morto, ou está para nascer. O único tempo vivo é o agora. Não se esqueçam!

O PASSADO
Consequentemente sobre o passado é possível dizer que nele se encerra os momentos de enlevo e os momentos entristecedores que foram vividos de forma definitiva.
O passado contém as páginas que foram escritas e você não pode apagá-las. É a sua origem, seu referencial, a base de todo o seu conhecimento, é tudo aquilo que não se pode mudar, é incontestável. Então, procure não pensar nos tempos ruins, nos fatos desagradáveis que ocorreram. Esquece! Lembranças negativas fazem muito mal a saúde, e não queremos adoecer, não é mesmo?
E, depois... Não se deve de maneira alguma viver do passado. Ele nos serve muito proveitosamente para nos refletirmos sobre os acertos e os erros que cometemos em nossas vidas.
Procure sempre se lembrar de uma frase muito bem colocada pelo querido Francisco Cândido Xavier que diz: “Embora ninguém possa voltar atrás e fazer um novo começo, qualquer um pode começar agora a fazer um novo fim”. Essa frase sintetiza com clareza e perfeição um pensamento profundo e verdadeiro pelo qual todos deveriam parar e repensar sobre a vida para ter uma visão clara sobre sua importância no contexto familiar, social e global, porque, querendo ou não, nossos atos refletem de maneira a influenciar gerações, estamos todos interligados e não tem como mudar, devemos estar atentos e ter consciência da responsabilidade sobre nossas ações.

O FUTURO
Futuro..., tempo em que há de vir.

Ele é enigmático, a ele não temos acesso, e por mais que o planejamos não será exatamente o que foi imaginado no passado.
A forma de conquistarmos algo no futuro e de maneira mais próxima a idealizada é trabalhando no presente, se preparando para ele, porque é no presente que podemos mudar transformar e realizar. Isso é válido para todas as circunstâncias da vida.
No trabalho que é de onde vem à remuneração para garantir uma situação confortável e ter um futuro próspero é preciso ter sempre em mente todos os projetos que desejamos conquistar, todas as metas a serem atingidas, ter disponibilidade, boa vontade, muita disposição e interesse em aprender. Entretanto, com a complexidade do momento em que vivemos é indispensável se atualizar através de cursos porque estamos nos deparando com uma revolução importante no setor do mercado de trabalho que se tornou bastante exigente e competitivo o que nos levam a compreender o que está ocorrendo. Hoje, ter uma pós-graduação, um doutorado, já não é mais um diferencial e sim uma obrigatoriedade nessa corrida incessante para a conquista no futuro.
O futuro é um tempo incerto que chega a cada instante sem que saibamos até quando, mas que tem uma característica peculiar, a de nos proporcionar uma nova chance para nos redimir e transformar o que pode ser mudado. Ele sempre nos permite e nos leva a um nível de consciência mais elevado para que possamos registrar do jeito que desejamos as páginas em branco do livro de nossas vidas.

O PRESENTE
Presente... Ah! Ele é maravilhoso, é tudo que você tem; o livro aberto, a página em branco, a caneta na mão e a consciência de tudo que você pode fazer e registrar. Por isso, pense..., pense muito, pense bem antes de qualquer atitude porque a tinta usada é o seu suor, as suas lágrimas, o seu sangue e o primeiro ensaio...
É a própria vida.

Olga Bueno
Taubaté – SP - Brasil


Olga Bueno; natural de Jacareí. Reside na terra de Monteiro Lobato -Taubaté - há trinta e nove anos. Poetisa, contista. Autora do livro: Fragmentos (poemas) e, em parceria com o escritor Wilson R, O Sol e o Mar – O Mar e a Lua (poemas). Premiada pela Universidade do Vale do Paraíba (UNIVAP) na Antologia de contos. Autora na coletânea de contos “Ocultos Buracos” da Editora Pastelaria Estúdios – Lisboa Portugal. Participou de várias Antologias e Revistas eletrônicas. Foi redatora e prefaciou o livro; “Uma História De Vida – Autobiografia de Osny Amaral” e prefácio do livro de poemas de Carla Laforgia “Além do Pensar”. Participação especial do projeto da Secretaria Municipal de Educação na cidade de Taubaté S/P no livro de poemas “Embarcando no mundo das poesias” Idealizadora e coordenadora do Projeto Cultural “Pegue é Seu”. Acredita que o grande deleite é ver uma pessoa se emocionar, rir ou chorar através da leitura.

 
 
 
 
 

 Flag Counter

Clique aqui para ver todos os detalhes e estatisticas do site