FÉNIX

 

Edição Especial "Mulheres pela Paz" -  2017

 

 
 
 

Alexandra Magalhãs Zeiner

 
 

FILHAS DE AVALON
Alexandra Magalhãs Zeiner

Na ilha sagrada
habitaram em paz
refúgio oculto, íntimo, protegido...
Onde transforma?ões reinaram,
aprendizados de uma vida,
magia para as escolhidas,
filhas, aprendizes, sarcedotisas, mártires,
devotadas a Ti, Mãe Natureza...
Transformadas em guerreiras,
espalharam-se pela Terra,
devotas ocultas,
somente a Ti seguirão,
para que o retorno ao Teu seio,
seja o fim e um recome?o,
do aprendizado eterno,
das passagens para Avalon!

Alexandra Magalhãs Zeiner
Augsburg, Baviera, Alemanha


Alexandra Magalhães Zeiner é mãe, escritora infantil bilíngue, com mestrado em biologia marinha pela Memorial University of Newfoundland. Trabalhou em projetos ambientais na Áustria, Brasil, Canadá, Croácia e Holanda. Em 2014 Alexandra foi nomeada Embaixadora da Paz pelo Cercle Universel des Ambassadeurs de La Paix - Suisse / France. Suas publicações bilíngue são: O filho do boto cor-de-rosa, A menina e a onça-pintada, Preces à Mãe Terra e Mamãe, quero ser vegetariano, pelas editoras americanas Educa Brazil e Educa Vision.

 
 
 

 Amélia Luz

 
 

MULHER
Amélia Luz

Desato o nó do avental, nada mal,
sou mulher com ideias em vendaval...
Deixo o fogão, a frigideira, a prisão,
saio na contramão fazendo a minha liberdade!
Num grito, num gesto, num manifesto
deixo de lado a casa, o pó, a servidão
sou agora um novo modelo em ascensão.
Utilizo cosméticos sofisticados,
em bom tom sou balzaquiana avançada,
ou ingênua, tímida, provinciana,
mulher doidivana conquistando mundos.
Sou cidadã, cortesã, discreta, concreta,
tenho Brazão de Portugal, sou prima do rei,
tenho até impressão digital.
Como o sexo oposto sou, superior e forte!
Piloto avião com as forças do meu coração,
sou atuante, executiva, participante.
Tomo cerveja, minh’alma sobeja,
divido o pão de mão em mão!
Batalho na linha de frente, posso até ser presidente.
Voto, tenho carta de motorista,
tenho visto em passaporte decidindo aminha sorte.
Assim, voo para o sul, voo também para o norte,
manobro na “gentil pátria amada” em missão partilhada
seguindo a força do meu tempo!
Mulher, afinal, ser ou não ser, querer e poder,
questão, resposta, solução proposta?
Encorajar, viver, criar asas, ser forte como o nascer...
Ser delicada amante, amada, submissão sem algemas,
ser sobretudo, mulher!


Amélia Luz
Pirapetinga – Minas Gerais - Brasil


Formou-se em Pedagogia – Administração Escolar e Magistério – Orientação Educacional – Comunicação e Expressão em Língua Portuguesa com Pós Graduação em Psicopedagogia na Escola e Planejamento Educacional.Membro Da UBE/RJ, Artilheira da Cultura – Forte Copacabana, Membro da Academia Rio-Cidade Maravilhosa, Membro da ADABL – Associação dos Diplomados da Academia Brasileira de Letras, Membro da AACLIP – Academia de Artes, Ciências e Letras da Ilha de Paquetá – Rio de Janeiro,e outras associações literárias em vários estados do Brasil e exterior.

 
 
 

  Amilton Maciel Monteiro

 
 
 

MULHER
Amilton Maciel Monteiro

És tu, mulher, esplêndido presente
que o Criador nos deu por puro amor!
Sem a tua presença, certamente
o mundo perderia graça e cor!

O teu papel na vida, estou ciente,
é muito lindo e de real valor;
pois sem ti, oh, mulher , quem num repente
iria a humanidade recompor?

E essa beleza tua... essa doçura...
quem é que poderia substituir,
se Deus não te criasse, oh, criatura?

Nem céu, nem mar.. nem lua ou sol sequer
e as invenções que ainda vão surgir,
suplantarão teus dons, jamais, mulher!

Amilton Maciel Monteiro
São José dos Campos - SP - Brasil


Amilton Maciel Monteiro, brasileiro, nascido em Guaratinguetá/SP em 1931. É formado em Ciências Jurídicas e Sociais, aposentado, autor de alguns livros sobre Poesia, Biografia, História e Doutrina Cristã.

 
 

 

Livro de Visitas