FÉNIX

 

Edição Especial "Mulheres pela Paz" -  2017

 

 Nequitz Miguel - Delicadeza

 
 
 

  Ana Ziani

 
 

MULHER
Ana Ziani

Criatura humana
Na sua emoção
Não cabe desilusão
Nua na sua pureza
Com amor e paixão
Leva a vida com certeza
Pele macia
Linda flor
Pelos encantos
Da sua beleza
Só quer ser amada
É abençoada
Ser que ama e chora
Pela família que forma
Iluminada e sempre
Lembrada mulher

Ana Cláudia Martins Ziani
São Sepé - Brasil

 
 
 

  Anabela Gaspar Silvestre

 
 

MULHERES
Anabela Gaspar Silvestre

São pérolas que iluminam
Um oceano
Imerso em emoções.
Sorrisos cadentes
Em dias nublados
Que agrilhoam a alma.
Luas brilhantes
Que amenizam lágrimas
Perdidas em faces
Sem esperança.
Mulheres guerreiras
De dia e de noite
Em múltiplas vidas
Que vestem…
Únicas, diamantes preciosos
Nunca perdendo o seu brilho.
O amor é a sua conquista diária
O seu bem mais precioso.

Anabela Gaspar Silvestre
Covilhã - Portugal
https://www.facebook.com/anabelagasparsilvestreescritora/


Natural de Covilhã, Portugal. Mestre em Língua, Cultura Portuguesa e Didática, licenciada em Língua e Cultura Portuguesas (Ensino) pela Universidade da Beira Interior. Autora de Retalhos de Alma e A Essência do Olhar: Crónicas do Quotidiano.

 
 
 

 Andréa Rezende

 
 
 

MÚLTIPLA
Andréa Rezende

Do gênero sou mulher
Das circunstâncias, sou múltipla
Forte, doce ou bruta
Recorro às flores e à luta

Sou Angel , sou Malala, sou Diniz
Pela justiça, conquista e liberdade
Sou Frida, sou Olga, sou D´arc
Pela igualdade, pela ousadia, pela arte

Pela História e pelo instante
Sou Garibaldi, Rosa e Colasanti
Sou Carmem, Marisa, e Gonzaga
Pela música, pela dança, pelo errante

Por Deus acima da matéria
Sou Teresa, sou Maria, sou Adélia
E mais além, no amor que me constrange
Sou Rute, sou Rebeca, sou Raquel

E littera alço o sonho, fico linda
Em Clarice, em Cora, em Cecília
Em Raquel, Lygia, em Lucinda
Piñon, Ana Maria e Carolina

Preconceito, violência, indiferença
As marcas estão todas em mim
Não me fazem rude ou amarga
Inspiram meu querer, meu ser, meu insistir

E se meu corpo é morada, alimento, prazer
É minh ‘alma multifacetada
Sensual e materna posso ser
Crio meu caminho, minha sina, minha estrada
Posso amar, posso chorar, posso escolher...

Andréa Rezende
São Pedro da Aldeia - RJ - Brasil


Andréa Rezende é professora, formada em Letras pela UERJ e especializada em Literaturas Contemporâneas. Escritora e poetisa têm vários poemas publicados em antologias e é autora do livro Lira Minha. Também é uma das idealizadoras do clube literário Flores Literárias, na Região dos Lagos, estado do Rio de Janeiro/Brasil

 
 

 

Livro de Visitas