FÉNIX

 

Edição Especial "Mulheres pela Paz" -  2017

 

Neuza Ladeira - Nov - 2013 044 

 
 
 

Andreia Donadon Leal

 
 

PELA PAZ
Andreia Donadon Leal

revoada
de pombos
aperto de mãos
duas assinaturas
um tratado
está instaurada
A PAZ
enquanto isto
no front
soldados alertas
não ouvem
o último estampido

Andreia Donadon Leal
Mariana - MG - Brasil


Formada em Letras, Mestre em Literatura, Especialista em Artes Visuais. Criadora da aldravia - forma poética mineira. Autora de 15 livros. Vencedora do Troféu Rio 2016, da UBE-RJ, do Concurso Literário Cidade de Manaus (livro de ensaio). É membro da AMULMIG, da Aldrava Letras e Artes, e da ALACIB.

 
 
 

Angela Togeiro

 
 

PELA PAZ
Angela Togeiro

Pela Paz é preciso sentir-se solidário,
procurar compreender e perdoar o próximo,
mesmo quando ele faz tudo para nos magoar.
Pela Paz é preciso ser generoso, atestar certezas,
não acumular bens que não possa usufruir,
nem conhecimentos que não possa distribuir,
sabendo que muitos jamais poderão tê-los
já que os intelectos e as oportunidades
não são iguais nas pessoas.
Pela Paz é preciso ser companheiro,
estender as mãos na alegria e na tristeza,
caminhar lado a lado, rumo ao Bem comum,
buscando a plenitude do entorno.

Pela Paz é preciso conjugar o verbo global do Amor,
Transitar até os tempos de esperançar,
mesmo quando só conseguimos exprimi-lo
na primeira pessoa – eu amo,
para encher a Vida de Paz!

Angela Togeiro
Belo Horizonte - MG - Brasil
https://sites.google.com/site/angelatogeiro/home


Cursos de pós-graduação na área de Administração de Empresas, poetisa e prosadora. Faz parte de diversas entidades culturais nacionais e internacionais. Possui prêmios e antologias nacionais e internacionais em prosa e verso. Livros: Contato Urbano, Trem mineiro, Na luz dos teus olhos,Sou Mulheres (poesia); Pudim de claras com baba-de-moça, O compositor, Cavalo alado, Vitrines da vida, Flagrantes do viver, (prosa)

 
 
 

Anna Ribeiro

 
 

MULHERES DE SEMPRE
Anna Ribeiro

Mulhres de ontem
mulheres de hoje
Entre poemas, flores e espinhos
Seu nome é Mulher

Mulher, mulheres!
Mãe
criação
audaciosa
amada
paixão
desiludida
fera ferida
persistente
Santa Mulher!
Da vida
...Mulher ferida, que ao mesmo tempo prazeres doa!
Mulheres... Entranhas, vidas de outras mulheres
Mulheres benditas sejam!

Anna Ribeiro
Itajai- SC - Brasil


Neyde Bohon, pseudônimo Anna Ribeiro. Casada, Desde jovem é amante das artes plásticas e da literatura, mas foi na maturidade, com consciência poética, que retornou definitivamente às letras.Tem edições individuais,participações em antologias, revistas e redes sociais,também escritora e ilustradora de seus livros infantis.Na poesia inspira-se na simplicidade do cotidiano,tendo como inspiração a palavra SAUDADE.

 
 

 

Livro de Visitas