FÉNIX

 

Edição Especial "Mulheres pela Paz" -  2017

 

Liliana Esperanza- Ivonne

 
 
 

 Bárbara Lia

 
 

Mana, estamos sozinhas nas madrugadas
(às vítimas de feminicídio)
Bárbara Lia

Mana, estamos sozinhas nas madrugadas de puro estanho
Nas tardes de farpas atravessando rios de intolerância
Somos nós na janela prontas ao salto e à última lágrima
Estilhaçadas antes do nosso sol dissolver no ar da beleza
Mana, estamos sozinhas e esquecidas feito flor no deserto
O estatuto adâmico, a voz das encíclicas e as falsas posturas
A desnivelar nossa carne e alma, nos leva à rebeldia
Veja o rio caudaloso de sangue de todas que foram mortas
Uma espécie de maldição que se carrega nas dobraduras
Cada mulher leva em cada vínculo de osso e carne um sino
Quando ela passa urge que pareça uma monja e que não soe
Que nada soe que tudo cale que sua alma estelar se apague
Urge que ninguém perceba o palpitar vivo em cada poro

– A invisível que atravessa um pátio – para sair viva

E o rio de sangue de todas que morreram só por ser – única –
Aumenta à proporção do desgaste de tudo que é poesia
Mana, estamos sozinhas nas madrugadas, nas noites, no deserto
Lembre de não deixar pendências, escrever teu testamento
E olhar nos olhos como se fosse último olhar a cada tchau
Que dás ao teu amor

Bárbara Lia
Curitiba - PR - Brasil

 
 
 

Benedita Azevedo

 
 

MULHER É SENTIMENTO E PAZ
Benedita Azevedo

A mulher, filha, irmã, esposa ou mãe
Traz em seu coração um radarzinho.
Alegria ou triSteza, nada falta
Vai contabilizando com carinho.
Às vezes a tristeza lhe afronta
E as mazelas do mundo tomam conta,
Quando tem tantos filhos e está só.
Mas, o seu coração sempre aferido
Pelo carinho e amor que Deus lhe deu
Faz sempre uma oração cheia de dó.
Filha, irmã, mesmo amiga, esposa ou mãe,
Está sempre ligada ao sentimento
Que se torna mais forte numa avó,
Todas elas protegem com talento,
A paz na Família, no País, no Mundo,
Cuidando e Educando seus rebentos!

Benedita Azevedo
Praia do Anil - Magé-RJ - Brasil
http://beneditabene.blogspot.com.br
www.beneditaazevedo.com


Formada em Letras e pós-graduada em Linguística. Escritora, poeta, haicaísta, antologista e palestrante. Presidente da APALA - Academia Pan Americana de Letras e Artes no triênio 2010-2012; Presidente fundadora da ACLAM, Academia de Ciências, Letras e Artes de Magé; Idealizadora dos Grêmio de Haicai Sabiá - Magé-RJ e Grêmio Haicai Águas de Março, na cidade do Rio de Janeiro-RJ.Membro efetivo da AML, ImBrasCI, APALA, AICLA, UBT-RJ, ABEPL, Clube de Escritores de Piracicaba, do Centro de Literatura do Forte de Copacabana.Pertence a várias outras instituições literárias, no Brasil, França e Portugal, Publicou 22 livros individuais; organizou 23 antologias; tem textos publicados em jornais, revistas, sites e em mais de 100 antologias.

 
 
 

 Candy Saad

 
 
 

MULHER
Candy Saad

Fera indomada,
pelos anos transformada.
De dependente e sem direitos
a dona do mundo!
Dona do mundo sim!
É gigante seu valor...
De mulher,mãe,companheira,amiga,amante,
profissional competitiva ,
com Tpm ,menstruada ou não
Não matas um leão por dia,
Matas leões o dia todo
e velas o sono dos filhos a noite.
Guerreira !
Sua forte arma é o amor...
Onde chegas tudo transformas
Todos dependem de ti
Assume postos masculinos
com a força de um leão,
o perfume de uma dama,
e a delicadeza de uma gazela...
Vitoriosa em tudo que faz,
desde um bolo no lar,
a diligencia de um povo,
precisando de paz...
Depois de toda repressão
goza na cama,na varanda
na chuva ,no sol
Múltiplos prazeres do amor.
Respeita sempre,
respeitada és...
Direitos?
Tem todos...
conquistados foram,
mesmo sendo mulher.
Sensível como uma flor
Forte como uma rocha
Essa é tu ..."mulher".

"candy saad - apenas uma mulher"

Candy Saad
Jundiari - SP - Brasil
www.candysaad.com


Embaixadora Universal da Paz no âmbito do Círculo Universal dos Embaixadores da Paz.
Cônsul Cidade de Santo André -São Paulo - Poetas do Mundo -Brasil.
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_america.asp?ID=1387
http://pt-br.facebook.com/people/Candy-Saad

 
 

 

Livro de Visitas