FÉNIX

 

Edição Especial "Mulheres pela Paz" -  2017

 

Carlos Zemek - Kendria

 
 
 

Francisco de Paula 

 
 

MULHER AMOR
Francisco de Paula

Em toda face da terra
Está rodeada de guerra
O mundo sofre terrores
Crianças morrendo de fome...
Mães sofrendo terrores
Ao ver a família
Ser expulsa do seu país
As nações recusam
A recebê-las.
A mulher sofre, em geral,
Em todas as nações da terra
Droga, fome e guerra
É só o que tem na face da terra
Roubo, corrupção e desonestidade
Isto corta o coração da mulher
Pois não tem saúde, segurança e educação
Para seus filhos
Que, muitas vezes, são assassinados à porta da sua casa
Isto para a mulher
Faz o coração sangrar
Pois o coração da mulher
Foi feito para gerar o amor.

Francisco de Paula
Taguatinga - DF - Brasil


Nascido em 1947 na cidade de Morro do Ferro, estado de Minas Gerais. Aos 07 anos de idade ficou órfão e foi levado a residir na cidade de Paracatu, MG em uma fazenda de nome Bandeirinha. Estudou em escola rural e Educandário Frei Leopoldo, até a 8ª série. É cego aposentado por invalidez, casado há 46 anos, 06 filhos. Frequentador assíduo da Biblioteca Braille Dorina Nowill e autor de inúmeros poemas.

 
 
 

Francisco Elíude Pinheiro Galvão

 
 

MULHER
Francisco Elíude Pinheiro Galvão

Mulher...
Que, no místico de rosa e espinho,
É assim do Éden airosa, terna...
Garbo que no mundo Mulher se fez!
Tal qual um anjo,
nos fascina e protege;
Nos ama e até perdoa!
Quando paixão, se faz presente
trazendo-nos serenidade...
Mas costuma, com seu encanto,
conturbar-nos o coração.
E tal como uma pétala de rosa,
se deixa umedecer em orvalho
Ou por um beijo,
Exalando com propriedade o seu aroma,
formando assim um elo de alento
num entrelace dolente de amor,
Envolvendo-nos completamente!...

Francisco Elíude Pinheiro Galvão
São Vicente - SP - Brasil


P
oeta, autodidata.Membro Efetivo da Academia Vicentina de Letras, Artes e Ofícios e Acadêmico Honorário da Academia Boituvense Letras e Artes na cidade de Boituva(SP); Embaixador Universal da Paz pelo Cercle Universel Des Ambassadeures de La Paix -Suisse/France.Participações em diversas Antologias no Brasil e Exterior e em diversos Concursos Literários(com premiações)

 
 
 

Francisco Martins Silva 

 
 

MULHER
Francisco Martins Silva

Mulher, presença divina,
De alma serena e de grande valor,
De natureza pura e feminina,
Digna de toda estima,
A maternidade faz parte de sua sina,
Dom de infinita expressão do amor.
Ser de luz que ilumina
Os lares, os filhos e a vida com esplendor.

Mulher, cheia de afetos,
De esperança, força e calor,
Ao trilhar caminhos diversos
Contagia-nos com seus sentimentos expressos
Inspirando-nos aos mais belos versos
A oferecer-lhe com sincero amor.
E assim a verdade eu confesso,
És divina, e dos jardins a mais bela flor.

Francisco Martins Silva
Uruçuí – Piauí – Brasil


Francisco Martins Silva (10 de dezembro de 1974), São Félix de Balsas – MA. Reside em Uruçuí – Piauí – Brasil. É professor, escritor e poeta. Compõe poemas, contos, crônicas e ensaios. Tem participação em antologias por diversas editoras e é autor do livro Um tributo à natureza e da peça de teatro Uma ciranda no bosque. É membro de várias academias de letras no Brasil.

 
 

 

Livro de Visitas