FÉNIX

 

Edição Especial "Mulheres pela Paz" -  2017

 

Clevane Pessoa - Desenho 01

 
 
 

 Irene Mercedes Aguirre

 
 

MUJERES POR LA PAZ
Irene Mercedes Aguirre

Todas juntas sorteamos las fronteras
animadas por noble parentesco
bosquejado en el alma, quijotesco
y amasado entre el mundo y la quimera.

¿Será quizá que una ansiedad certera
nos tiende sus sutiles arabescos
cuajados de matices, de chinescos
formatos de ilusiones valederas?

Compañeras de ruta, caminamos
valorando del otro la presencia
y avanzamos por tierras similares.

¡Iguales y distintas nos tornamos
Espíritus de paz! ¡Plena conciencia
que la intuición devela en sus altares!

Irene Mercedes Aguirre
Buenos Aires - Argentina


Poeta mundial por el Humanismo y la Paz
Nombramiento como Faro de Paz Universal, otorgado por SIPEA/IMAL, 2014
Presidente del Comité "Educando para la Paz", Asociación Nacional de la Alianza de Mesas Redondas Panamericanas, reg. en OEA
Embajadora de Paz Cercle Universel des Ambassadeurs de la Paix, France/Suisse

 
 
 
 

Isabel C S Vargas

 
 

MULHER GAÚCHA
Isabel C S Vargas

É um ser diferenciado por sua postura guerreira,
Por não temer as agruras da vida simples.
Desde o passado remoto, acostumada a lutar
E a defender a vida, a honra, a família, o território.

Nas guerras pelas fronteiras sua casa era como quartel.
Ali tomava conta dos filhos, dos animais, das outras mulheres,
Dava suporte emocional aos homens da casa que lutavam
Defendendo os limites territoriais contra os povos vizinhos.

O Pampa é uma vasta extensão de terra onde criavam gado.
Este tipo de região se estendia até o Uruguai e Argentina.
A figura do gaúcho é peculiar desta região geográfica.
Onde era necessário ser destemido para sobreviver.

A despeito das dificuldades enfrentadas, era mulher bela
Com muitas prendas a enobrece-la, o cuidado com os filhos
A tecelagem das indumentárias de lã de ovelha, indispensável
Para enfrentarem o frio dos pampas e o minuano que soprava.

Mulher vibrante sempre manteve postura altiva
Não escolhendo tarefa, desempenhando funções
Fazendo do seu ofício um instrumento de crescimento
Promovendo o desenvolvimento regional até o presente.

Sua presença é forte na sociedade como um todo
E no cultivo das tradições gaúchas em várias regiões
Através da difusão da música, da dança, das vestes,
Para que a cultura gaúcha seja valorizada e eternizada.

Isabel C S Vargas
Pelotas/RS/Brasil
www.isabelcsv3.blogspot.com

 
 
 

Isabel Furini

 
 

SUBJUGAÇÃO
Isabel Furini

cabeças quadradas formulam
frases
ofensivas e poderosas
pois navegam em mares de preconceitos

pelas ruas é possível observar
a contração
amarga da boca
(a subjugação da mulher)

alguns cometem o delito da agressão
ou desprezam
e desvalorizam o sexo feminino
mas o tempo mostrará

que a mulher tem um coração
poderoso
(forte maciço rochoso)
capaz de impulsionar o mundo.

Isabel Furini
Nasceu em Buenos Aires/Argentina
Mora em Curitiba/ Brasil


Escritora, poeta, palestrante e educadora. Autora de 30 livros, entre eles, dois livros de poemas “Os Corvos de Van Gogh”, “,,, e outros silêncios” e o e-book “Os Relógios de Dalí”. Colunista do Paraná Imprensa e coeditora da revista Carlos Zemek de Arte e Cultura. É membro da Academia de Letras do Brasil/Paraná. Consulesa da Academia Poética Brasileira, Embaixadora da Palavra pela Fundação Cesar Egido Serrano (Espanha); Embaixadora da Rima Jotabé, Espanha; e outras Associações Literárias. Vários prémios e distinções. Seus poemas foram premiados no Brasil, Espanha e Portugal.

 
 

 

Livro de Visitas