FÉNIX

 

Edição Especial "Mulheres pela Paz" -  2017

 

Liliana Esperanza- Slow 1

 
 
 

 Izabel Rodrigues Guandalini

 
 

MULHER E PAZ
Izabel Rodrigues Guandalini

Neste ano Mariano
Quando o mundo
Volta-se para Maria
Trazendo no ventre
O divino rebento
Ou entregando o filho
Ao sacrifício
Com a mesma
Serenidade no olhar
Porque conhecia
A ciência da paz
Nós simples mortais
Passamos a nos olhar
Com mais respeito
Afinal, somos,Mulheres
As dessiminadoras da paz.
Tão necessária nos dias atuais
Em tempos conturbados
E um povo deprimido
Correndo sem saber
Para onde vai
Procurando dentro de si
Uma paz não encontrada.

Izabel Rodrigues Guandalini
Elisisiario - SP - Brasil


Izabel Rodrigues Guandalini é brasileira, professora de português e literatura.
Membro do Espaço Literário de Americana.SP

 
 
 

Jaak Bosmans

 
 

MULHER
Jaak Bosmans

Escolha entre mil, e em todas se vê beleza que explode,
Não pedem licença que o mundo é delas,
Refletem o universo em cada gesto de entrega,
Mulher sabe que sua essência transgride tristezas.

Quando más, trazem o bem de toda maldade,
Sabem se fazer em perdões, jamais se esquecendo,
Feridas, quase sempre se jogam em prantos,
Escondidas e silenciosas para o ninho não molhar.

Mulher de adjetivos nobres, dos mais a prostituta,
Se vendendo no corpo, nunca na alma
De perfeita insanidade na defesa de suas crias,
De tão grande desapego, se confundem com indiferenças.

Perfeitas em seus passos, se apressam, nunca correm,
Pedem apenas seus deveres muito antes que direitos.
Mulheres loucas que não repousam depois de cada luta,
Esperando pela batalha final, vencedoras, adormecem.

Jaak Bosmans
(Arthur Jaak Wilfrid Bosmans)
Belo Horizonte - Brasil


Formação em música, cinema, fotografia, belas artes e publicidade. Representante da FALASP em Belo Horizonte, Embaixador da Paz, Cônsul Poetas Del Mundo, Presidente da Academia Arthur Bosmans da ARTFORUM, Ativista ecológico, Humanista “Honoris Causa”.Criador do movimento lítero-visual ”POEMAGEM”, com várias publicações e participação em exposições e antologias nacionais e internacionais.

 
 
 

 

JackMichel

 
 

MARIAS DA PAZ
JackMichel (
Jaqueline e Micheline Ramos)

Quem nasceu para Maria,
Maria sempre será.
Bandeira branca de alegria
que a paz hasteará!

Maria de Nazaré foi a “santa”
Divina mãe do nosso Salvador.
Da Galileia a mais pura e branda,
glória nas alturas e paz do Senhor!

Maria Quitéria foi a “soldado”
fardada de azul com rifle na mão.
De Feira de Santana ao descampado,
disparando forte a paz da união!

Maria Stuart foi a “decapitada”
descendo do trono ao cadafalso.
Da corte escocesa a flor prendada,
brindando a paz do clã mais alto!

Maria Malibran foi a “cantora”
lirismo feminino disposto em tons.
Do canto francês fez-se mentora,
música e paz incorporando sons!

Maria Leopoldina foi a “imperatriz”
bondosa com a coroa, mas servil.
Da Áustria governou por um triz,
trouxe a paz para o povo do Brasil!

Maria Bonita foi a “cangaceira”
mulher formosa com uma carabina.
Da Grota do Angico à bagaceira,
alcançou a paz de uma menina!

Maria Mandel foi a “carcereira”
autoridade com chicote e pistola.
Da Alemanha hitlerista a primeira,
vestindo a paz ariana numa estola!

Maria Antonieta foi a “arquiduquesa”
distribuia brioches aos populares.
De Versailles aos bailes da realeza,
valsou na linda paz de mil lugares!

Maria Curie foi a “descobridora”
experimentos e provas sem oscilação.
De Varsóvia à fama animadora,
ganhou o Nobel da paz pela razão!

Maria Madalena foi a “pecadora”
nos mercados e tavernas fez seu lar.
De Jerusalém até Roma a redentora,
luz da paz no escuro crepuscular!

Quem nasceu para Maria,
Maria sempre será.
Bandeira branca de alegria
que a paz hasteará!

JackMichel
Belém - PA - Brasil


JackMichel é o primeiro grupo literário na história da literatura mundial, composto por duas escritoras: Jaqueline e Micheline Ramos. São irmãs e nasceram na cidade de Belém, Estado do Pará (Brasil). A autora publicou seu primeiro livro Arco-Jesus-Íris em 2015; em 2016 lançou as obras LSD Lua, 1 Anjo MacDermot, Sorvete de Pizza Mentolado x Torpedo Tomate e Ovo. Seus contos e poemas constam em antologias internacionais bilíngues.Participou do XXIX Salão Internacional do Livro de Turim 2016, I Salão do Livro de Lisboa 2016 e I Salão do Livro de Berlim 2016. Seu slogan é “A Escritora 2 Em 1”.

 
 

 

Livro de Visitas