FÉNIX

 

Edição Especial "Mulheres pela Paz" -  2017

 

Liliana Esperanza- Wait me

 
 
 

 María Cristina Garay Andrade

 
 

HEROÍNA
María Cristina Garay Andrade

La noche busca en la luna una poesía
Las letras florecen junto con luz del día
Inspiración de estímulo en amor y ternura
Desatas el sentir con su natural bravura

Me tomas, me invades, me transformas
Moldeas mi cuerpo en todas sus formas
Mas al alma transportas al reino del arte
Destreza cabal en libertad aprecia buscarte

Te siento dentro en hechizo desplegando alas
Pináculo de gloria en elevación me regalas
Vivimos unidas en una sola alma del universo
Conciencia de magnitud que inspira al verso

Divinidad viviente que suave me adoctrina
Por el camino del deseo que siempre culmina
Purificando el aire que de declinar acrisolas
Unificando esencias en éxtasis somos una sola


Despego el alma hacia el cosmos infinito
El perfume de estrellas su vuelve exquisito
Comunión celestial conmigo misma gustosa
Éxito sublime que acabo encarnada en diosa

María Cristina Garay Andrade
Monte Grande – Buenos Aires – Argentina
http://mariacristinadesdemissilencios.blogspot.com.ar/


Soy argentina, escritora y ensayista, apasionada de la poesía es el mayor tiempo de mi vida a la que de lo dedico, fundamental en mi blog "DESDE MIS SILENCIOS" además de otras intervenciones en web de Brasil y Portugal. Puede observarse casi al final del blog, el mapa con todos los países que me visitan.

 
 
 

Maria da Fonseca

 
 

A NOSSA SENHORA
Maria da Fonseca

Na capelinha das aparições
Ajoelhada, eu rezo à Senhora,
Com muita Fé, as minhas orações,
Pela humanidade sofredora.

Desde que nasci, eu fui protegida,
Em corpo e alma sempre abençoada.
Como teria sido a minha vida
Se à Senhora não fora confiada?

Ao tempo também houve fomes, guerras,
Crises, epidemias, acidentes...
Agora destroem lares e terras
Dos seus irmãos, em lutas permanentes.

Desdizem o seu próprio pensamento
A agredir 'inda mais nossa cultura.
E as gentes propagam seu lamento
Perante autores de incrível loucura.

Recolhida, peço a Nossa Senhora
Que proteja e guie as gerações
Junto a Deus seja a conciliadora.
A Paz viva em todos os corações!

Maria da Fonseca
Lisboa - Portugal
http://poesiadanatureza.blogspot.com/

 
 
 

Maria Das Graças Araújo Campos

 
 

AFINAL...
Maria Das Graças Araújo Campos

Há um desejo forte, jorro em labaredas
de afagar os veios latejantes de justiça,
causas tamanhas de valor bendito
ultrapassam gênero, sexo, idade e viço...

Há soluços por questões malditas,
a provocarem indignação, se apressam
nas manchetes páginas primeiras...

Contextos...

Mulher ferida, morta sem ser morta,
enquanto a vida passa a ser notícia...

Há um novo sol e lua sonhada
Quanta incerteza em se chegar ao “certo”
não somente por estar no feminino,
simplesmente pela vida e destino,
o grito rouco, grito agudo, da garganta,
sem precisar ser grito...

Afinal, a paz, onde mora? Onde há de ser vista?
Será despida?
Vestida da nudez e transparência
do sentimento que, por excelência,
a paz desnuda serena e respeitosa,
imperiosa, franca e bondosa
a que todo ser humano reconheça
em cada face, novo recomeço...

Há um desejo forte, jorro em labaredas
de afagar os veios latejantes de justiça!
Ainda há tempo de encontrar a paz...

Maria das Graças Araújo Campos
Santo Antônio do Itambé / MG/ Brasil
www.gracacampos.blogspot.com.br


Embaixadora Universal da Paz pelo Círculo Universal dos Embaixadores da Paz - Cercle Universel des Ambassadeurs de la Paix - France & Genève Suisse.

 
 

 

Livro de Visitas