FÉNIX

Edição Especial "Mulheres pela Paz"

  2018

Ana Carolina

 

 

Aida Viegas

 
 

HIPOCRISIA
Aida Viegas

Lamentam guerras, mortos e feridos
Promovem colóquios e tratados
Estreitam uns abraços tão compridos!
Proclamam paz em reinos e condados

Dão notícias com gritos tão sofridos!
Mostram cenas, acusam os malvados.
Quem os escuta ou lhes dá ouvidos?
Se são eles próprios os culpados?

Os detentores da civilização
Intitulam-se os anjos da paz,
Mas são homens sem dó, sem coração.

Vejam do que essa raça é capaz
Em lugar de lhes dar ou vender pão
Vendem-lhes armas. Isso não se faz!...

Aida Viegas
Aveiro - Portugal


Aida Viegas no campo da escrita evidencia-se a sua colaboração desde muito nova em vários jornais e revistas.
Faz parte do Grupo Poético de Aveiro, pertenceu à Associação dos Jornalistas e Escritores da Bairrada, foi membro do Grupo de Estudos e Labor da Língua Portuguesa e frequenta a Academia de Saberes de Aveiro.
Recebeu vários prémios, na área da Poesia e do Conto. Da sua obra já editada consta:
Pensar Alto – poesia -1992; FIACOBA / 92 – em rima -1993;Oliveira do Bairro – Memórias de Um Século - prosa -1994;Lampejos – poesia -1996;O Tempo das Delícias – poesia -1999; Abandonar Angola – Um Olhar à Distância – prosa -2002;No Rodar dos Tempos – contos – 2005; Rios de Fogo e Madrugadas de Luz – poesia – 2009;Histórias de Bolso das Gentes de Aveiro - histórias – 2010; Santo António – a Freguesia e o Padroeiro - prosa 2011;Laura - Um Grito No Silêncio – romance 2012;DE MALA AVIADA – Com a aventura na alma e a poesia no coração – viagens 2014;Malhapão Rico - Confidências à Sombra do Sobreiro – prosa 2017.
Participou:I Antologia de poetas Lusófonos;II Antologia de Poetas Lusófonos

 
 

 

Alaíde Souza Costa

 
 

DAR VALOR À MULHER EM UM SÓ DIA?
A IMPORTÂNCIA DESSE SER DECRESCE.
Alaíde Souza Costa

Ela nasceu pra sorrir e brilhar
Não veio ao mundo para sofrer
Suas verdades nos fazem crescer
Com jeito nos ensina a amar
Nessa vida cheinha de pesar
Em tudo o que ela toca, cresce
Se desenvolve rápido e floresce
Vai a tristeza, virá alegria
"Dar valor à mulher em um só dia?
A importância desse ser, decresce."

Alaíde Souza Costa
Aracaju – Sergipe – Brasil
http://www.alaidescosta.recantodasletras.com.br

 
 

 

AlbertoCohen

 
 

PAZ
AlbertoCohen

No dia em que o eu não mais exista
e prepondere o nós naturalmente,
como se unidos todos, braços dados,
pudessem ser continuadamente
a multidão de almas sem pecados,
não haverá ruínas nem enchentes,
crimes cruéis causando desespero,
e um grande amor invadirá a Terra
juntando numa gente tantas gentes
e exterminando essa palavra guerra.
Um enorme sorriso será visto
iluminando o céu eternamente.
Deus afinal terá seus inocentes,
abraçado à Maria e Jesus Cristo.

Alberto Lisboa Cohen
Belém do Pará - Brasil


Poeta reconhecido e admirado por suas obras, Alberto Lisboa Cohen, é autor de vários livros premiados, entre eles:
“Poemas Sem Dono”: Vencedor do II Prêmio Literário Livraria Asabeça – Publicado pela Editora Scortecci - SP – 2003.
“Poemas de Amor, Desamor e Saudade”: Selecionado e editado pela Câmara Brasileira de Jovens Escritores - CBJE – Rio de Janeiro – RJ – 2004 (esgotado);“Daltônicos”: Selecionado e editado pela Câmara Brasileira de Jovens Escritores - CBJE - Rio de Janeiro – RJ – 2004. (esgotado);“Recados para Wendy”: Selecionado e editado pela Câmara Brasileira de Jovens Escritores - CBJE - Rio de Janeiro – RJ – 2005 (esgotado);“Caminhos de Não Chegar”: Vencedor do Prêmio de Literatura Instituto de Artes do Pará- IAP – Editado pelo Governo do Estado - PA - 2005. Vencedor da Láurea Cidade Poesia (Moderna) - Associação de Escritores de Bragança Paulista - ASES - SP - 2006;“Juntando Pegadas”: Vencedor do Prêmio Vespasiano Ramos - Academia Paraense de Letras - PA - 2006. Publicado pela Editora Paka-Tatu – Belém - PA ; “Cantigas que a Rua Canta”: Selecionado e publicado pela Editora Alcance - Porto Alegre- RS – 2009;“Álbum de Recordações”: Selecionado e publicado pela Editora Alcance - Porto Alegre-RS – 2009; “Menino das Samaúmas”: Selecionado e publicado pela Editora Alcance – Porto Alegre -RS - 2010 : “Catador de Momentos”: Selecionado e publicado pela Editora Alcance – Porto Alegre - RS – 2011; “Sobrevivente de Mim”: Selecionado e publicado pela Editora Alcance – Porto Alegre - RS – 2012 ; “Canto de um só”: Selecionado e publicado pela Editora Paka-Tatu – Belém – PA – 2013 ;Cativos sem desejos de alforria.

 
 

 

Alexandra Magalhaes Zeiner

 
 

A CONQUISTA DO VENTO
Alexandra Magalhaes Zeiner

Quando o vento encontra a fogueira
o que acontece então?
Ele sentiu os raios da lua
e o indescritível aconteceu...
Eu sou quem eu sou!
Livre, indomável
Um vento selvagem.
Quando filhos da natureza se unem
são mensageiros de uma tempestade
no riacho, no rio, nas ondas...
Dançam, em um ritual, os lábios se unem...
O vento encontrou a fogueira
e os dois vivem intensamente
brincam pelo bosque,
fundem-se nas matas...
E a distância a lua nova espia...
A paz que o vento encontrou!

Alexandra Magalhaes Zeiner, Profª Drª - Do Brasil
em Augsburg - Germany


Alexandra Magalhães Zeiner é mãe, escritora infantil bilíngue, com mestrado em biologia marinha pela Memorial University of Newfoundland. Trabalhou em projetos ambientais na Áustria, Brasil, Canadá, Croácia e Holanda. Em 2014 Alexandra foi nomeada Embaixadora da Paz pelo Cercle Universel des Ambassadeurs de La Paix - Suisse / France. Suas publicações bilíngue são: O filho do boto cor-de-rosa, A menina e a onça-pintada, Preces à Mãe Terra e Mamãe, quero ser vegetariano, pelas editoras americanas Educa Brazil e Educa Vision.
Peace Ambassador in Germany

 
 
 
 

 Flag Counter

Clique aqui para ver todos os detalhes e estatisticas do site