FÉNIX

Edição Especial "Mulheres pela Paz"

  2018

Liliana Esperanza - Glamorous Mixta sobre tela

 

 

Humberto Soares Santa

 
 

E DEUS FEZ A MULHER
Humberto Soares Santa

A mulher e seus sentidos sempre alerta,
Resultaram da mistura em dose certa
Colocada num cadinho com a costela.
Perfume a mulher tem e tem amor,
Se Deus a pintasse com mais cor,
Certamente que seria menos bela.

Com um pouco mais de dor, era queixume.
Com um pouco mais de amor, era ciúme.
Com um pouco mais de olhar, era gazela.
Com um pouco mais de fulgor, seria raio.
Com um pouco mais de flor, seria Maio.
Com um pouco mais de luz, seria estrela.

A mulher é bela em qualquer idade
Mas só pode ser mãe sem virgindade
Pois só a mãe de Deus morreu donzela !

Humberto Soares Santa
Cotovia-Portugal
https://www.poetasdelmundo.com/detalle-poetas.php?id=1287
https://osecularsoneto.blogspot.com/p/humberto-soares-santa.html
http://www.carmovasconcelos-fenix.org/Escritores/Humberto-Santa/sebo_Humberto_Soares_Santa-01.htm


Humberto Soares Santa - Nasceu numa pequena aldeia do litoral português, Atalaia da Lourinhã, de onde saiu com dois anos. Viveu a maior parte da sua vida na cidade de Setúbal, tendo estado ligado à Administração dos Portos de Setúbal e Sesimbra, onde foi responsável pelo Departamento de Coordenação de Operações, encontrando-se hoje na situação de aposentado.
É casado com Margarida Augusta Correia Pinto Soares Santa que alia à arte de desenhar uma elevada sensibilidade poética e lhe ilustra todos os poemas com magníficos desenhos a lápis ou a nanquim.

 
 

 

Ilda Maria Costa Brasil

 
 

UM PEDIDO DE PAZ
Ilda Maria Costa Brasil

Imagens de violência
afetam o dia a dia
da população brasileira;
suprimem vidas
e geram dores,
medos e angústias.
A todo o momento,
depoimentos de jornalistas
e policiais
mostram o difícil cotidiano
que ocupa centros urbanos
e rurais
imprimido pelo tráfico
e pelo desamor.
Emoções florescem
e sentimentos sobressaem,
revelando corações reprimidos
pelas amarguras da vida,
embora aspirem vencer
os obstáculos e os medos
para, enfim, vivenciarem
Harmonia e Amor.

Ilda Maria Costa Brasil
Porto Alegre - RS - Brasil


Graduada em Letras: Português-Inglês, pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras Imaculada Conceição, Santa Maria/RS; Letras: Português e Literatura Brasileira, pela Universidade do Vale dos Sinos, São Leopoldo/RS; Pós-graduada em Recursos Humanos para Administração e Supervisão de Escolas, pela PUC-RS.
Membro Efetivo da Academia de Artes, Ciências e Letras Condorcet Aranha, Restinga Sêca/RS; Academia de Letras e Artes Sepeense/RS; Academia de Artes, Ciências e Letras Castro Alves, Porto Alegre/RS.

 
 

 

Inés Quilez de Monge - “Imaginación”

 
 

QUIERO PAZ
Inés Quilez de Monge - “Imaginación”

Bendita sea la paz que hay en los campos
con sembrados cubiertos de rocío,
Arbustos que circundan las parcelas
y pájaros cobijados en sus nidos.
Admiro la paz que me infunden los mares,
incansables olas agitadas por el viento,
o en la calma de un día tranquilo
se confunde el mar con firmamento.
Amo la paz de las altas montañas
donde se oculta el sol cada día lentamente,
o en la arrogancia de álamos y pinos
cuando el aire los mece.
Tanta paz nos regala el universo mismo,
yo deseo abrazarla.
Inundar de paz a los humanos,
Que se incruste en sus mentes y sus almas.
Ambiciono que tengan paz todos los hombres
y quede así la humanidad salvada.

Inés Quilez de Monge - “Imaginación”
San Francisco - Cba. - Argentina


Inés Quilez de Monge - Desde pequeña amé las poesías, en mi juventud empecé a escribirlas, una vez jubilada comencé a concurrir a Talleres Literarios, actualmente integro el Taller “Letras y Sonidos”.-
Obtuve numerosos premios literarios desde que comencé a participar en Certámenes, Regionales, Nacionales e Internacionales.
Participé en numerosas Antologías Literarias de diversos niveles.
Agradezco a la vida el haberme dado esta posibilidad de escribir, un don que ilumina y perfuma el alma.-

 
 

 

Irá Rodrigues

 
 

PAZ
Irá Rodrigues

AH!
Se pudesse eu transformar o homem
Implantaria sentidos da paz
Teria o dom de mudar o mundo
Seria a paz seria um tudo...
Ah!
Se eu pudesse acabaria as diferenças
Sem racismo sem loucuras
Seriamos todos os irmãos
Que Deus uniu com perfeição...
Ah!
Se eu pudesse seria apenas paz...

Se o amor dominasse o mundo
Não existiria ódio entre a humanidade
Não seriamos escravos da humilhação
E sim a paz em comunhão...

Se a paz fosse o símbolo do homem
O mundo não seria de horror
Sem guerra, sem fome só amor.

A vida seria um jardim
O mundo feito de sorrisos
Nossos sonhos realizados
E todos os direitos preservados...

Paz é ser humano consciente
É igualdade sem violência
É juntos plantar a paz
É saber o sentido de amar...

Irá Rodrigues
Santo Estevão - BA - Brasil
http://ira-poesias.blogspot.com.br/
http://gostinhodepoesia2015.blogspot.com.br/
https://www.facebook.com/ira.rodrigues.98


Irá Rodrigues, natural de Santo Estevão- Bahia. Geografa licenciada pela Universidade Estadual de Feira de Santana. Autora dos livros “ SONHAR SEM SEGREDOS” infantil: O Passarinho Aventureiro” e A Menina Que Sonhava em Voar”
Participação em Antologias Portugal e Brasil.Membro da Academia ALB- Academia de Letras Brasileira Sucursal Araraquara.. Diretora internacional da divisão de literatura infanto – juvenil, pelo Movimento União Cultural, outorgada com o premio Literatudo Monteiro Lobato, certificada com Mérito Literário pelo Amo Amar Você. Diplomada com Honra ao Mérito pela Literarte em parceria com a A.L.M.A.S- Academia de Letras Música e Arte de Salvador.

 
 
 
 

 Flag Counter

Clique aqui para ver todos os detalhes e estatisticas do site