FÉNIX

Edição Especial "Mulheres pela Paz"

  2018

Maria Antonieta Gonzaga - Mãe de Deus

 

 

JackMichel

 
 

PACIFISMO DE FLOR
JackMichel

Pétalas,
Folhas,
Haste,
Pólen...

Angiosperma mudo de cor,
Transmudado em amor.

Corolas,
Anteras,
Verticilo,
Perianto...

Angiosperma puro e tenaz,
Evaporado na paz.

Perfumes,
Sépalas,
Rizoma,
Estame...

Angiosperma - simples beldade,
Desabrochado em fraternidade.

Pistilos,
Carpelos,
Gineceu
Antófilo...

Angiosperma sem divisão,
Multiplicado na união.

Glória a Deus nas alturas
E amor, paz, fraternidade, união
Na Terra aos homens de boa vontade!...

JackMichel
Belém - PA - Brasil


JackMichel é o primeiro grupo literário na história da literatura mundial, composto por duas escritoras: Jaqueline e Micheline Ramos. São irmãs e nasceram na cidade de Belém, Estado do Pará (Brasil). A autora publicou seu primeiro livro Arco-Jesus-Íris em 2015; em 2016 lançou as obras LSD Lua, 1 Anjo MacDermot, Sorvete de Pizza Mentolado x Torpedo Tomate e Ovo. Seus contos e poemas constam em antologias internacionais bilíngues.Participou do XXIX Salão Internacional do Livro de Turim 2016, I Salão do Livro de Lisboa 2016 e I Salão do Livro de Berlim 2016. Seu slogan é “A Escritora 2 Em 1”.

 
 

 

Jane Guimarães

 
 

MULHER ALÉM MULHER
Jane Guimarães

Musa de várias faces, campo de lírios
suavidade e vida que cria vida.
Prenda de teu lar, melodia de seu cântico,
música de seus versos.

Escala à montanha da vida,
cobra de si à perfeição!
Remove pedras, planta flores.

Teu brilho vai além:
luta, acredita,
grita, milita
MULHER ...

Jane Guimarães
Aracaju - Se - Brasil


Jane Guimarães Vasconcelos Santos, nasceu em Aracaju-SE em 20/11/1969. Formou-se em Biblioteconomia e Documentação pela Universidade Tiradentes, com especialização em Sistema de Informação e Tecnologias Educacionais, e em Qualidade e Produtividade no Trabalho. Tem como segunda língua o inglês, e cursos de Extensão em Preservação, Conservação e Restauração de documentos, com experiências laboratoriais, pela Escola de Belas Artes, da UFMG e pela Fundação Biblioteca Nacional – RJ. Atualmente, Bibliotecária atuante em Biblioteca Escolar, Vice-Presidente da ALA-Academia de Letras de Aracaju, ocupando a Cadeira de Núbia Marques, nº18. Membro da Academia Sergipana de Letras pelo Movimento Cultural Antônio Garcia Filho – MAC, ocupando a Cadeira de Hunald Fontes de Alencar, nº 28.Escritora e Poetisa, publicou em 2015 o livro “Palavras que falam e outras histórias”, escreveu também para oito Antologias Poéticas Nacionais e duas Internacionais publicadas em Portugal e na Alemanha.

 
 

 

Janete Veiga

 
 

SER MULHER
Janete Veiga

Ser mulher é ser honesta
Com os outros e consigo.
É fazer parte de uma orquestra
Sociedade de amigos
Tocando música de paz
Colocando Deus em sintonia,
Cantando canções de alegria.
Quando mãe genitora,
Canta canções de ninar.
Sendo uma bela tutora,
Ensinando que a paz e a harmonia
Não são coisas herdadas
Mas conquistadas.

Para qualquer movimento
Que venha falar de amor e paz,
Não só hoje, mas todos os momentos,
A mulher esteve por trás.
Mulher não é símbolo de sofrimento,
Mas símbolo de amor
Que dá ao filho o alimento
E ensina desde criança
A orar para o Senhor,
Pedindo paz e esperança.
Para vivermos num mundo melhor.

Obrigado mulheres, mães e educadoras.
Criaturas abençoadas pelo Senhor,
Que ensina aos seus filhos
A benção do amor,
Amor não egoísta,
Amor que a paz conquista.
A mulher é uma artista
Que faz seu cenário
No trabalho, na rua, no lar.
Quando é uma colaboradora da paz,
Faz seu espetáculo em qualquer lugar.

Parabéns mulher, você é uma vitoriosa.
Merece nossos abraços fraternais,
Buquê de rosas e muita paz.

Janete Veiga
Itaiópolis - SC - Brasil

 
 

 

Jani Brasil

 
 

MULHER...
Jani Brasil

Quem fica sem ela?
Pode até ficar, mas...
Sua vida irá definhar!
Mulher...
Eita coisa linda
Em curvas benditas
Sorriso presente
Desejo latente...
E quando o gaz acaba
Precisa dele para trocar
E a barata...
Quem a mata então?
Que gritaria...
Naquela mania
Em chamar a atenção!
Mulher...
Por mais independente
Que seja!
Elegante e charmosa
Dependente sempre será!
Enquanto o homem
Vive em sua caixinha...
A Mulher...
Sempre a mil por hora
Filhos, escolas, trabalho,
Casa, compras...
Tarefas sem fim
A desenrolar!
À noite...
Bela e cheirosa
Em sua camisola
O seu amor a encantar...
Mulher!
Quem vive sem ela?

Jani Brasil
Brasilia-DF- Brasil


Jani Brasil, nascida em Urânia-SP, Hoje residente em Brasilia-DF é Escritora, Poetisa, Acadêmica, Palestrante, Compositora e Artista Plástica. Três livros publicados- Analogia e Poesias, Poemas ao vento e Amor em Movimento.
Entre telas e painéis, um acervo em mais de 100 obras.Academia de Letras de Goiás- Núcleo Acadêmico de Lisboa
Correspondente pelo Estado de SP da Revista Poemas do Brasil, Melhores Poetas lusófonos em 2014, Enciclopédia de Artistas Lusófonos Contemporâneos em 2014.Entre outros...

 
 
 
 

 Flag Counter

Clique aqui para ver todos os detalhes e estatisticas do site