FÉNIX

Edição Especial "Mulheres pela Paz"

  2018

Tânia Brito de Melo

 

 

Maria Olga de Oliveira Lima

 
 

MULHER...
Maria Olga de Oliveira Lima

Mulher bonita
Mulher faceira
Do marido,
A companheira

De todos os dias,
Todas as horas...
De manhã à noite
Também das auroras...

Mulher dos sonhos
Mulher procurada.
A cara-metade,
A namorada
Para ser sempre...
Amada!!

Mulher sacudida
Para o que der e vier.
Mulher divertida,
Sorriso nos lábios,
Samba nos pés!!

Mulher,
Foste feita da costela
Do homem!

És parte dele.
Portanto, deves ser
Muito Amada
E muito querida,
Respeitada...
Jamais escravizada!!

És mulher!
Mulher de Valor!
Não importa a raça
Ou cor!

És responsável
Pela formação da sociedade.

Sejas sempre
Mulher de Verdade!!
Levante a cabeça e vá!
Mostre sua igualdade
Ou quem sabe...
A sua soberania!?...

Lembre-se: As tecelãs...
Lutaram pelos seus amanhãs!!

Parabéns pelo seu Dia!!
Oito de Março!!

Maria Olga de Oliveira Lima
Botucatu - Brasil


Maria Olga de Oliveira Lima, professora do Ensino Fundamental, formada em Pedagogia e Estudos Sociais. Nascida em Conchas (S.P.), mês de maio. Reside em Botucatu, há mais de trinta anos. Aprecia uma boa leitura, gosta de escrever. Foi classificada no Mapa Cultural Paulista em 1999 - nível municipal com o poema "Queda". Tem trabalhos publicados por mais de dez anos em livros de coletâneas de poetas botucatuenses (desde 1997). Participou do livro “Memórias da EECA" - páginas 183 e 184 (Centenário da Escola Normal de Botucatu 1911- 2011) - Graf-Mais. Também contém poemas de sua autoria no livro "Coração de Poetas” - páginas 28 e 29 - Projeto 48 horas (O livro de poesia interativo) - Ed. All Print. Tem alguns trabalhos no site “Recanto das Letras”, ao lado de outros poetas. Publica também em outros sites. Faz parte do livro "Reflexões de Bem Viver" (Coletânea-página 168); no livro "Admirável Mundo Feminino de Botucatu", (homenagem aos cento e cinquenta anos da cidade - páginas 122 e 123), Comunicação & Visual; Latinidade Poética - O Melhor da Poesia Latinoamericana (página 134), Ed. All Print.

 
 

 

María Rosa Rzepka

 
 

SEMBRANDO LA VIDA
María Rosa Rzepka

Una caricia.
Una mano tendida.
Una mirada que sin saberlo
abriga,
borra el cansancio,
calma la fatiga.
Ahuyenta los reveses de la vida.
Eso es la paz.
Moneda que ennoblece.
Pan y vida.
Más, se ahoga la paz
en un puño cerrado que castiga;
que no encuentra otro modo,
otra salida.
Que impone por la fuerza su razón
causando heridas.
La paz ha de sembrarse sin medidas.
La cosecha una lluvia de sonrisas.

María Rosa Rzepka
Buenos Aires - Argentina


Distinguida en diversos certámenes literarios nacionales e Internacionales. Honrada de participar como invitada al Encuentro de Mujeres Poetas de la región Mixteca. México 2008-09-2010-12-16, y en la cuenca del Papaloapan en 2013. Participante del Encuentro de Mujeres Poetas en la ruta del Café. Quindío, Colombia. 2012. Participante del Encuentro de Ecopoesía en Tumbes. Perú. 2015. Coordinadora para Florencio Varela de FIP Palabras en el Mundo 2014-15-16-17. Miembro Fundador de Uniletras. Bogotá. Colombia. Embajadora de Semillas de Juventud 2017- Colombia.Miembro Fundador del Círculo Internacional de Narradores y Poetas. Rosario.Embajadora de la Paz IFLAC.Distinguida por la Sociedad Civil Mi Pueblo de Florencio Varela. 201
Embajadora del Museo de la Palabras. Fundación César Egido Serrano. Madrid.
Obras publicadas en antologías del país, Uruguay, México, España, Chile, Perú, Colombia, Costa Rica.
Títulos publicados:
Paralelodrama. Poemario
El hilo que aún resta del carretel. Edit. Mis Escritos. Novela corta
Entrecuentos. Edit. Mis Escritos. Selección de cuentos cortos
Dejando atrás la tormenta. Novela corta
Huellas. Edit. Mis Escritos. Poesías.
Dejando un espacio. Poesías. Edit. Mis Escritos. E-book

 
 

 

Maria Teresa Freire

 
 

EU SOU ... MULHER
Maria Teresa Freire

Sou menina, sou mulher
Brincalhona, séria
Sou esposa, sou amante
Amorosa, sensual
Sou neta, filha, irmã
Saudosa, amiga
Sou mãe
Carinhosa, responsável
Sou criativa, artista
Sou brilhante, inteligente
Nem sempre
Sou divertida, animada
Nem sempre
Sou feliz, quase sempre,
Melancólica, às vezes
Sou tantos jeitos...
Mas, de alma, coração, mente e aparência
Sou totalmente ... MULHER!

Maria Teresa Freire, Profª Drª
Curitiba - PR - Brasil
www.facebook.com.br/MARIATERESAFREIRE


Doutora em Comunicação e Saúde (PUCPR), Mestre em Educação (PUCPR), Graduada em Comunicação Social/Jornalismo (UFPR). Graduada em Francês e Inglês. Professora Universitária de Comunicação Social. Consultora em Educação e Comunicação. Escritora com livros publicados; participações em revistas científicas, em congressos nacionais e internacionais e em vários sites literários e Coletâneas.

 
 

 

Marilice Costi

 
 

VAI MULHER!
Marilice Costi

reconhece tua dor
recupera tua força
reeencontra teu medo
reescuta teu grito
respeita teu pranto
reestuda teu canto
recusa tua farsa
respira teu corpo
revive teu posto
ressuscita tua alma
redescobre teu vulto
recusa a angústia
revela o teu silêncio
e descobre a cabeça.

In: Mulher Ponto Inicial. Porto Alegre: Movimento, 1985, p.26

Marilice Costi, Profª Drª
Porto Alegre - RS - Brasil
http://www.sanaarte.com.br
http://www.sanaarte.com.br/publicacoes


Arteterapeuta, escritora e arquiteta - escritora, palestrante, oficineira. Especialista em Arteterapia, mestre em Arquitetura (UFRGS), criadora da revista O Cuidador. Prêmio Açorianos 2006 em poesia, tem 10 livros publicados e diversas revistas. É Diretora de SANA ARTE e editora-chefe da revista O CUIDADOR.

 
 
 
 

 Flag Counter

Clique aqui para ver todos os detalhes e estatisticas do site