FÉNIX

Edição Especial "Mulheres pela Paz"

  2018

Vanice Zimerman - Folhas do Plátano

 

 

Meire Pérola Santos

 
 

MULHER
Meire Pérola Santos

Todo dia deve ser comemorado.
Não somente no dia marcado.
Mulher de todas as cores
Sempre guerreiras em qualquer situação.
Mãe esposa amiga filha executiva.
Sempre vivendo a batalhar
Quero deixar simplesmente meus parabéns a todas.
Sou muito feliz por pertencer esse universo que é o ser mulher.
Que luta batalha pela paz.
Mulher mesmo sendo forte frágil ela é Mulher.
Senhora absoluta em seu viver.
Parabéns aos homens que conseguiu tocar o coração de uma mulher.
Parabéns às mulheres.

Meire Pérola Santos
Ferraz de Vasconcelos - SP - Brasil


Alagoana residente em São Paulo. Tenho uma comunidade Coisas de Vida. Participo do Recanto das letras
Acadêmico: Meire Pérola Santos, Patrono: Stephane Mallarmé, Cadeira: 76

 
 

 

Mila Lopes

 
 

PAZ NO MUNDO (ACRÓSTICO)
Mila Lopes

Paz no mundo
todos nós precisamos de paz
em tudo o que temos
somos seres vivos
porquê havemos de querer guerras.

 

P az no mundo é urgente
A mor por tudo o que temos
Z angas para quê? Elas

N ão levam a lugar nenhum
O lha á tua volta

M uito tens para olhar
U nidos no amor venceremos
N uma paz universal
D omina a fúria, e
O lharás o futuro sem medo.


Com paz vivemos tão bem
todos nós devemos lutar pela paz
só assim venceremos
todo o mal que temos no mundo.
Digam-me? Porquê guerras!

Mila Lopes
Castelo Branco - Portugal

 
 

 

Monica Puccinelli

 
 

VIVER FELIZ
Monica Puccinelli

Imaginei viver feliz...
o dia iniciou rico de idéias
Idéias positivas, construtivas.
Imaginei realizar muitos sonhos...
mas que possam todos serem vividos
sonhei paz na terra.
A paz que hoje, tenho certeza,
nasce dentro de nós.
viver com serenidade e...
serenidade transmitir.
Sempre foi assim que tudo começou,
Semear para que alguém um dia
possa colher, muita paz

Monica Puccinelli - Italia
em Curitiba - Brasil
http://www.poemas-crescendo-di-va-gando.blogspot.com.br/
http://monicapuccinelli.blogspot.com.br/
http://revivendocontando.blogspot.com.br/


Sou nascida na Itália, mas de coração Brasileiro
De profissão cabelereira. Nascida em 1942, apos aposentada, descobri a internet, me apaixonei pela gráfica e trabalhos com flash, sempre amei a poesia, comecei em 1990 e até hoje tento ser uma eterna aprendiz. Amo a palavra, e espero que a Poesia possa se tornar uma linguagem universal para alcançar o coração de nós todos.

 
 

 

Morgado Mbalate

 
 

NÃO SOU DE COR, SOU NEGRA
Morgado Mbalate


Não sou de cor, sou negra cor de luto.
Não sou de cor, sou negra e contra o preconceito eu luto.
Não sou de cor, sou negra porque é que sou oprimida com o desnível social e racial?
Não sou de cor, sou negra com direitos humanos como no geral.
Não sou de cor, sou negra com cora?ão sem rancor.
Não sou de cor, sou negra com cora?ão que brota amor.
Todas as ra?as têm valor.

Manuel de Barros - Morgado Mbalate
Matola - Moçambique
morgadombalate.wix.com/blogspot
Morgado Mbalate (facebook)


Morgado Mbalate nascido em Maputo, no dia 06 de Setembro de 1993. É estudante de Licenciatura em Filosofia na especialização de Recursos Humanos na Universidade São Tomás de Moçambique. Poeta. Está inscrito na antologia Ponte da palavra e na antologia universal lusófona 2016 "Rio dos Bons Sinais" da Associação dos Escritores Moçambicanos na diáspora, na antologia Somos Todos Poetas, organizada pelo grupo brasileiro Lápis e Papel e na antologia do Prêmio Mundial de Poesia Nosside 2014 (Itália), e na colectânea de poesia "Perdidamente" Vol.I antologia dos poetas lusófonos contemporâneos organizada pela papelaria studios Editora do Gupo Múltiplas Histórias (Portugal). Tem poesias publicadas em Por dentro da África (Brasil), no Jornal Debate (Moçambique), na Oficina Poética do Jornal Diário da Manhã de goiânia (Brasil) e no jornal café da manhã também de goiânia (Brasil). Foi mencionado no Prêmio Mundial de Poesia Nosside 2014 (Itália) e distiguido no Solar de Poetas (Brasil) pelo poema Morada na semana de 25 a 31 de Maio de 2014. Recebeu um certificado de mérito pela participa?ão na antologia "Perdidamente" do grupo Múltiplas Histórias. Actualmente é colaborador do Por dentro da África, e possui uma página designada Anjo das Palavras

 
 
 
 

 Flag Counter

Clique aqui para ver todos os detalhes e estatisticas do site