FÉNIX

Edição Especial "Mulheres pela Paz"

  2018

Vieirinha Vieira

 

 

Myrthes Neusali Spina de Moraes

 
 

MULHER
Myrthes Neusali Spina de Moraes

Tens a delicadeza da brisa,
beijando a relva
nas manhãs de primavera.
Tens o perfume do botão,
que se abre em flor,
no resplandecer da aurora.
Tens mãos que se estendem
em gestos de ternura,
em toque que cura,
olhar que nos acalma.
Tens no coração
brandura
e a força do perdão.
Trazes contigo o amor
mais precioso
mais bonito.
Tu és Luz que ilumina,
dádiva divina
fonte de calor
origem do amor!

Myrthes Neusali Spina de Moraes
Atibaia - SP - Brasil


Myrthes Neusali Spina de Moraes. Nasceu em Bragança Paulista. Possui os cursos de Magistério, com aperfeiçoamento e Administração Escolar; Pedagogia com especialização em Orientação Escolar e Prática de Ensino. Graduada em direito.
Participações em teatro amador: O sonho de Marisa, Flor do Ipê, Coração Materno, São Tarcísio, Hungria em Sangue, Império Romano, Grande Confusão, O fotógrafo, Os três porquinhos e outras.
Atividades Literárias:
Em 2007 participou na Antologia da ASES - Associação de Escritores de Bragança Paulista no XII Concurso em Prosa e VIII em verso. Em 2008 participou no concurso de Verso e Prosa na III Antologia da ALA - Academia Literária Atibaiense. Em 2010 fez parte da Coleção É... UBT- União Brasileira de Trovadores em Bragança Paulista. Em 2013 participou do livro de Trovas “Cantares” da UBT - União Brasileira de Trovadores- Seção de Atibaia. Em 2015 participou com Poemas na Antologia da ASES - Associação de Escritores de Bragança Paulista. Escreveu o cordel: O venerado Vigário da Paróquia de Santa Terezinha. É declamadora e palestrante.
Faz participações em calendários, Almanaques e informativos.
É membro da ASES-_ Associação de Escritores de Bragança Paulista, onde exerceu alguns cargos de diretoria.
Atividades extras:
Pintura em tela e restauração de imagens.
Atualmente é Presidente de Seção da UBT- Atibaia
Ex.Presidente da UBT Estadual – S/P

 
 

 

Naná Ferreira Gonçalves

 
 

ANJO ÉS TU MULHER
Naná Ferreira Gonçalves

Quem ensinou à estrela o caminho
Que há-de seguir no céu?
Quem ensinou ao passarinho
Fazer o ninho no mais alto galho?
Quem ordenou à planta,
Quando deve florir na Primavera?
Quem ensinou à abelha
Que no prado anda a zumbir,
Se à flor branca ou vermelha
O seu mel há-de pedir?
Quem ensinou ao menino
Que se alimenta no teu seio,
Desde tão pequenino,
Que era ele o ser querido
Que viria em nós nascer!
Anjo és tu, e esse poder
Só o tiveste tu mulher!
Esta razão insolente
Ao meu capricho se inclina,
E minha alma forte, ardente,
Que algum jugo respeita,
Covardemente sujeita
Ainda é humilde o teu poder...
Anjo és tu, porque és mulher!
Em tua fronte anuviada
Não vejo a coroa ornada
Que devia ser-te destinada
Com alvas rosas do céu!
Em teu seio ardente e nu
Não vejo ondear o véu
Com que o sôfrego pudor
Velas os mistérios d'amor!
Teus olhos têm negra a cor,
Cor de noite sem estrelas;
Mas a chama é vivaz e bela
Porque anjo só tu mulher, És

Naná Ferreira Gonçalves-Nazaré G.(Naná)
Fundão - Portugal
http://www.facebook.com/marina.fundao

 
 

 

Nara Pamplona

 
 

MULHER GUERREIRA
Nara Pamplona

Não se importa com as pedras do caminho,
As nuvens sombrias que rondam renitentes,
Os julgamentos maldosos dos insensatos,
As quedas que deixam profundas feridas...

Os sonhos acalentados desfeitos pelo desamor,
As tempestades que assombram seus dias e noites,
A ingratidão dos que não conhecem a sensibilidade,
E a inveja a cobiçar seus próprios espaços...

Hasteia sua bandeira de guerreira tenaz,
E prossegue na sua luta, no seu caminhar teimoso,
Com um sorriso radiante e ameno enfeitando seu rosto,
Confiante, segura, que alcançará seus objetivos!

Admirável mulher! Com alma tecida com fibras de aço!
Portando sua espada enfeitada com fios de ouro,
Trava seus embates com a força do amor, da ternura,
Chegando a vitória final com sensatez, maturidade...!

Não guarda ódio, rancor, pelos desafetos,
Compreende suas fissuras, fragilidades, arestas,
E os vendo abatidos, levantam-os do solo,
Com mãos amigas, acolhedoras, de sensível mulher...

Bela mulher guerreira! Que derrama lágrimas,
Sofre as suas e as dores dos que a rodeiam,
Mas cultiva em seu coração a beleza, a arte do existir
Guerreia, mas solve, com prazer, o vinho da vida!

Nara Pamplona
Rio de Janeiro - Brasil

 
 

 

Nídia Vargas Potsch

 
 

MULHERES,SEMPRE PELA PAZ!
Nídia Vargas Potsch

Na maré desta Vida,
Nadar contra a correnteza
Se faz necessário...

Mulheres, ultrapassam limites.
Ultrapassam os seus próprios limites!

Mas não deveriam ser idealizadas
Muito menos endeusadas.

Mulher em nosso conceito feminino
É a Mulher Verdadeira
A que atua em todos os campos...

Desde a escolha da profissão
Às decisões que assume no próprio lar
Como esposa e mãe extremosa.

Ou ainda, onde se fizer presente,
Necessária, atuante, cidadã participante,
Conciliatória, cúmplice e crítica,
Inclusive dela mesma...

Saber comandar quando preciso
Ser solidária nas horas de amargura
Relevar-se necessária!

Perdoar com o Coração
Mas também com a Razão.

Usar de sua sensibilidade
Na medida certa, sem conveniências
Nem subserviências...

Requisitos para se obter a Paz!

Mulheres!
Decididas Mulheres que acreditam
Que ainda é Tempo. Que ainda há Tempo!

Mulheres pela Paz se mostram
Guerreiras imbatíveis.
Mulheres, com as bênçãos de Deus!

Nídia Vargas Potsch - @Mensageir@
Rio de Janeiro - Brasil

 
 
 
 

 Flag Counter

Clique aqui para ver todos os detalhes e estatisticas do site