FÉNIX

Edição Especial "Mulheres pela Paz"

  2018

W.J.Solha - atualização de uma Madona de van Eyck

 

 

Pedro Pires Bessa

 
 

MULHERES SALVEM-NOS
Pedro Pires Bessa

em cada época histórica
retumba um clamor acima de todos
nossos tempos como nunca bradam pela paz
mas ela parece estar longe muito longe

como nunca entre nós cada vez mais
a mulher destaca-se em todos os setores
social econômica política culturalmente
o empoderamento feminino é realidade

a humanidade espera muito das mulheres
para que nossa existência humanize-se
também para que o vigor da paz instale-se
e a Terra torne-se morada digna de pessoas

se mulheres utilizarem o poder que possuem
para veicular tudo de maravilhoso da mulher
certamente o mundo será melhor em tudo
e a paz encontrará caminhos para mostrar-se

mulheres escutem esse grito tão desesperado
salvem a humanidade devolvendo-lhe a paz
a alegria de viver de amar de ser mais feliz
mulheres mulheres compadeçam-se de nós

Pedro Pires Bessa,Profº Drº
Divinópolis – Brasil
www.pedropiresbessa.com.br


Pedro Pires Bessa, Doutor em Teoria Literária pela UFRJ – Pós-Doutor em Literatura Comparada pela UFRJ – Mais de 30 livros publicados sobre Crítica e Criação Literárias – Mais de 100 artigos científicos em periódicos nacionais e internacionais – Publicadas mais de 700 crônicas literárias – Professor Titular Aposentado da Universidade Federal de Juiz de Fora, (UFJF). Pesquisa em crônica, poesia e crítica literária.

 
 

 

Prof. Vasko

 
 

SÓ FALTAVA ELA
Prof. Vasko

Concluída a Criação
Tudo estava em seu lugar.
Mas olhando para Adão,
Deus viu algo lhe faltar.

Tinha tudo ao seu dispor:
Muita terra, muito mar...
O arco-íris multicor
Deveria encantar.

Mas o homem mui tristonho
Começou a reclamar.
Desalento tão medonho
Em sua alma foi morar.

Que te falta, ó sujeito?
Quis saber o Criador.

Tua queixa eu aceito,
Curarei a tua dor.

Meu Senhor, me deste tudo,
Com exceção do principal.
Estou quase surdo-mudo
Num silêncio sepulcral.

E Javé compadecido
Não deixou Adão falar,
Nem ficou aborrecido.
Prometeu solucionar.

Vou te dar a companheira.
Será tua e ninguém leva
Muito linda e a primeira
Das mulheres, por nome EVA.

Só faltava Ela

Francisco das Chagas Vasconcelos
Pseudônimo: Prof. Vasko
Sergipe - Brasil


Aposentado do Banco do Brasil, advogado, jornalista, radialista, palestrante, escritor.
Presidente da ALAS – Academia Literária do Amplo Sertão Sergipano.
Vice-Presidente Honorário da Academia Canindeense de Letras e Artes.
Membro Honorário da ACB – Academia de Cultura da Bahia.
Comenda “Marechal Floriano Peixoto” – concedida pela LITERARTE.
Comenda “Judá Fernandes de Lima” – concedida pela ACALA – Academia Arapiraquense de Letras e Artes.

 
 

 

Raimundo Rocha

 
 

SER MULHER
Raimundo Rocha

O desafio é saber quem é a mulher
Mulher é aquela que me concebeu
Me deu à luz e me criou
Puxou a orelha e me educou
Mulher é aquela que um belo dia
Me deu filhos com muita honra
Trouxe para a família mais alegria
Mulher é aquela que caprichosamente
Veio do seio de uma linda mulher
Que a teve e amamentou
Criou com carinho e depois me entregou
Pronta para ser mulher
Guerreira, honesta e inteligente

Mulher é o princípio, meio e fim
Cada uma merece uma homenagem
Quem me aceitou para ser seu par
Quem a teve e me concedeu
Assim me transformou
Em vez de genro mais um filho seu
Assim a família se multiplicou
Com todos juntos a comemorar
Esta eu preciso homenagear
Mulheres são sempre assim
Pensam no nosso modo de viver
Acreditam num amanhã
E numa forma de vencer
Com filhos e netos prontos
Para projetarem um novo clã
Isso é a maravilha do viver

As mulheres são sempre assim
Vivem preocupadas com uma geração
Por isso que neste mundo
A mulher sempre tem o seu chão
Onde faz nascer e procriar
Perpetuar um futuro sem medo
Onde mais tarde ou mais cedo
Será lembrada uma mulher amada
Que contribuiu para uma missão
Vivam as mulheres do mundo
Viva nosso sentimento profundo
Por estimar uma gente especial
Vivam todas as mulheres
E todas as mães deste mundo
Porque com elas tudo é sem igual...

Raimundo Rocha
Brasília - DF - Brasil
https://www.facebook.com/raimundo.rocha.186
https://www.facebook.com/baudesaudade/


Raimundo Rocha dos Santos nasceu no dia 14 de maio de 1964, no Distrito de Vila de Fátima, no Município de Cícero Dantas, Bahia - Brasil. Reside em Brasília Distrito Federal - Brasil. Técnico em Agropecuária pela Escola Agrotécnica Federal de São Cristóvão, Sergipe. Ex-funcionário concursado do Banco do Brasil. Escreve Poemas e Contos. Apaixonado pela leitura e escrita. Conhecido por Raimundo Rocha.

 
 

 

Raquel Ordones

 
 

E QUANTOS CHEIROS TEM A MULHER?
Raquel Ordones

Tantas são as fragrâncias que tatuam a recordação
O cheiro de mulher está no café de toda a manhã
Está na afabilidade que dissemina do seu coração
Roupas do varal, bom tempero e mousse de maça.

Cheiro de mulher está espalhado na casa asseada
Lençol que cheira lavanda, toalhas com amaciante.
Filho bem cuidado, camisa que traja bem passada.
O cheiro de mulher pode ser natural e inquietante.

Cheiro de mulher está na mesa e depois do banho
Na cama e até impregnado no cinto de segurança
No Marshmallow que mela a bochecha da criança.

Cheiro de mulher percepção que na alma apanho
Pétalas aromais jogadas por todo o seu ambiente,
Mas no seu vergel não é qualquer um que o sente.

Raquel Ordones
Uberlândia - MG - Brasil
http://raquelordonesemgotas.blogspot.com.br/
http://www.recantodasletras.com.br/autor.php?id=83659
https://www.facebook.com/raquelordonesemgotas/?ref=bookmarks


Administração de empresa / Marketing– setor calçadista
Magistério / Contadora de história
Poeta / prefaciadora/ orelhista / antologista/ cronista/sonetista

 
 
 
 

 Flag Counter

Clique aqui para ver todos os detalhes e estatisticas do site