Abril de 2017

Ano VII - Número XLVl

 

 

Maria da Glória Jesus de Oliveira

 
 

SOMENTE AMOR
Maria da Glória Jesus de Oliveira

Ainda que queira com calor de outrora
Que meu coração espelhe uma menina
Tenho consciência de não ser a hora
De ficar lhe namorando pela esquina

Sei que ainda disfarço a mocidade
Que pelos cantos há bastante se escondeu
Sei que nos olhos dos vizinhos a maldade
Joga-me no rosto a verdade do meu eu

Mas meu encanto por você não cessará
Pois acesa trago a chama do amor
Vibrando desde remota e tenra idade

E este lume é que sempre brilhará
Mesmo quando desta existência me for
Levando o que sinto à eternidade

Maria da Glória Jesus de Oliveira
Porto Alegre - RS - Brasil

 
 

 

Maria de Fátima Gonçalves

 
 

MENTIRA TAMBÉM É EDUCAÇÃO
Maria de Fátima Gonçalves

Joãozinho era um menino
Que adorava estudar...
Gostava de escrever no caderno
Somente a verdade!

No dia primeiro de abril
Ele foi à escola normalmente
Ouviu pisadas fortes! A porta se abriu
Era a professora substituta!

A professora era fofinha
Estava vestida de branco
Com blusa, calça e tamanco!

Joãozinho olhou, observou
E começou a escrever no caderno
Verdade! Essa talvez seja um pepino!

No caderno estava escrito
Por que branco e não preto?
Dizem os sábios, a cor branca engorda
Estou vendo umas bainhas na professora!

A professora viu Joãozinho
Escrevendo e se aproximou
Viu os escritos e falou...

- Estais me chamando de gorda?
- De acordo com os escritos, não!
- Então, se explique João!

- Bom, a culpa foi da cor branca,
logo as suas bainhas não são reais
São apenas visuais!
Mas, hoje é primeiro de abril!

A professora compartilhou
Com a turma e João questionou
Se eu a chamasse de gorda
Era verdade ou mentira?

A turma respondeu de uma só vez
- João era falta de educação... Talvez!
João: - então, quer dizer quê...
Mentir pode ser bem educado?

A turma: - explique professora Sarah!

Maria de Fátima Gonçalves
São Gonçalo do Amarante - RN - BRASIL


Professora e poetisa graduada em pedagogia(UFRN) pós graduanda em Literatura e Ensino (IFRN)
Com poemas publicados no site Recanto das Letras, no blog da escritora e poetisa Isabel Furini, integrante da Antologia Virtual de Fevereiro 2017, portal CEN - Cá Estamos Nós, da Antologia edição especial Mulheres pela paz 2017, da revista Fênix e em vários grupos no facebook.

 

 

Maria de Lourdes Schenini Rossi Machado

 
 

TEUS OLHOS
Maria de Lourdes Schenini Rossi Machado

Teus olhos são essência cativante.
Não importa como seja,
apaixonar-se por um olhar
é muito fácil.
Olhares trocados, sinal de paixão.
“Amor à primeira vista”.
Frase famosa.
Uns acreditam; outros, não.
É uma questão de fé no amor.
Os mais comuns
são os castanhos.
Todos, praticamente, iguais.
Todavia, um entre mil,
encantou-me.
Entreguei-me intensamente
a essa paixão.
Eu não conseguia ficar
sem o olhar e admirar.
Às vezes, até sem querer.
Pouco a fazer:
não mandamos no coração;
ele é sentimentos.
Durante longo tempo,
fui correspondida.
Nunca me senti tão feliz!
Nosso primeiro beijo
foi o início de uma linda
história de amor,
que parecia ser eterna.
A cada dia, um mais encantado
com o outro: Romance Perfeito.

Maria de Lourdes Schenini Rossi Machado
Porto Alegre - RS - Brasil

 

 

Maria do Carmo Zerbinato

 
 

TROVAS
Maria do Carmo Zerbinato

 

No céu Deus fica a pensar,
com olhar triste e profundo...
- Que faço para acabar
com as miserias do mundo ?

Bate o sino da igrejinha
chamando a minha atenção,
lembrando que estou sozinha...
Sem ninguém no coração !

   

Há muita gente que é esnobe,
que só quer aparecer !
Sua estrela nunca sobe ...
E a minha vive a crescer !

Sou jardineiro qualquer,
meu jardim não dá mais flor !
Quando nasce um mal-me-quer ...
Morre uma Rosa ... de amor !

   

Num tronco velho e cansado,
nos confins do meu sertão,
deixei teu nome gravado
e também meu coração !

Minha vida derrepente
Mais parece uma quimera !
Vivo feliz e contente
numa eterna primavera !

 

Maria do Carmo Zerbinato
Rio de Janeiro - Brasil


Maria do Carmo Zerbinato, nasceu em Belo Horizonte, MG, no dia 16 de julho de 1930.
Estudou no Colégio Pedro II, no Centro do Rio de Janeiro. É técnico em assuntos culturais do Ministério da Educação. Trabalhou no Instituto Benjamin Constant e na Rádio MEC, onde Aposentou-se. . É Membro efetivo da Academia de Artes, Ciências e Letras da Ilha de Paquetá. Membro efetivo da Academia Brasileira de Trova e membro efetivo da Sociedade Brasileira dos Poetas Aldravianistas, da cidade de Mariana, MG.
Livros editados :NUNCA É TARDE (poesiss) e RETICÊNCIAS (haikais) ambos e 2013. Em 2014, escreveu VICE-VERSA (Aldravias e Aldravipeias) e em 2015, TROVAS e TREVOS (trovas). Participou do LIVRO III DAS ALDRAVIAS ( bilingue)

 

Maria Goret Chagas

 
 

SEMANA SANTA!
Maria Goret Chagas

Sabedoria é simplicidade,
Humildade!
É também doação, confie nesse tempo:
Morte e provação se convertem em vida, conforto!
Na sua beleza encontrará discernimento, paz!
A verdadeira ciência que veio do sacrifício Divino.

Semana Santa, sábia:
A cruz que ilumina, luz que vem de um Espírito Santo,
Onisciência, unicidade e multiplicidade que
Tudo pode, tudo deseja
Alegria e não dor .
Morte?
Ressurreição!

Maria Goret Chagas
Franca - SP - Brasil
www.artgoretchagas.com


Maria Goret Chagas, graduada em Letras, Educação Artística e Semiótica.
Atua como artista plástica, escritora e palestrante motivacional em empresas, eventos em geral.
Ama pintar flores em aquarela e acrílica com a boca e os pés – APBP/Brasil
Pertence à Associação dos Pintores com a Boca e os Pés com obras premiadas e reproduzidas no Brasil e exterior, menções honrosas, medalhas e troféus no Brasil.
Livros publicados: biográfico, inclusão infantil, coautorias em motivação, superação e liderança, Editora Leader
https://www.linkedin.com/pulse/article/new?trk=prof-edit-posts
https://www.flickr.com/photos/124057197@N05/

https://pt.wikipedia.org/wiki/Maria_Goret_Chagas

www.instagram.com/goretchagas
https://www.facebook.com/mariagoretchagas.chagas